Foram várias as manifestações do empresário Pedro Lourenço, dos Supermercados BH, contra a atual diretoria do Cruzeiro em 2020 e em 2021. Em uma delas, no início de outubro deste ano, ele disse que o presidente da Raposa, Sérgio Santos Rodrigues, “não ouve ninguém” e que se a cúpula celeste não tomasse providências o time ia “ficar a vida inteira na Segundona”.

Mesmo assim, Pedrinho continuou a ajudar o clube, sendo fundamental no pagamento de dívidas na Fifa e salários atrasados de jogadores e funcionários da agremiação. E também será crucial para a vinda de reforços. Os zagueiros Maicon e Manoel já foram confirmados, e Willian Bigode pode ser outra contratação.

Nessa quinta-feira (25), Sérgio Santos Rodrigues deu a entender que não há rusgas com Pedro Lourenço, garantiu estar trabalhando ao lado do empresário e acredita que essa parceria ainda vai render bons frutos em 2022.

"Eu amo o Pedrinho, estamos juntos, vamos fazer as coisas aos poucos. Fico feliz da homenagem ao Pedrinho, mais do que merecida. Esse é o cara que, com toda dificuldade do Cruzeiro, sempre esteve ao lado do clube. A torcida tem mesmo que fazer homenagens a ele, e quero ele do meu lado”, comentou.

Cruzeiro

Santos Rodrigues se refere à homenagem feita pela China Azul nessa quinta-feira, durante o duelo com o Náutico. Na ocasião, a torcida enalteceu o nome de Pedrinho. Em contrapartida, os torcedores não pouparam críticas e ofensas verbais ao presidente da Raposa, Sérgio Santos Rodrigues.

Leia mais:
Luxemburgo renova com o Cruzeiro e cogita encerrar a carreira pelo clube celeste
Presidente do Cruzeiro diz que o clube deve virar SAF na próxima semana
Salários, transfer ban e Luxemburgo: Sérgio Rodrigues fala das prioridades do Cruzeiro