Principal jogador do Atlético na temporada, o atacante Hulk vem colecionando marcas individuais na temporada. Entre as principais, estão as artilharias do Campeonato Brasileiro e da Copa do Brasil, com 14 e seis gols, respectivamente.

Entretanto, outro dado curioso chama a atenção na trajetória do Vingador nesta Série A. Na vitória por 2 a 0 sobre o Juventude – em que balançou as redes em duas oportunidades - , no último sábado (20), o jogador completou a 17ª partida seguida atuando pendurado com dois cartões amarelos.

O camisa 7 foi amarelado no dia 23 de agosto, quando o Galo empatou em 1 a 1 com o Fluminense, no estádio São Januário, pela 17ª rodada do Brasileirão. A primeira advertência havia sido no empate em 1 a 1 com a Chapecoense, no Mineirão, no dia 21 de junho, pela 5ª rodada.

Desde então, o atacante passou ileso não apenas no Brasileiro, mas também nos quatro compromissos do Alvinegro na Copa do Brasil e nos dois pela Copa Libertadores.

Como não foi advertido diante do Juventude, Hulk estará à disposição do técnico Cuca para o duelo com o Palmeiras, nesta terça, às 21h30, no Allianz Parque, pela 35ª rodada da Série A.

Um triunfo na capital paulista deixará o Galo ainda mais perto de conquistar o título da principal competição do país após 50 anos.

Outros pendurados

Além de Hulk, o Atlético tem mais quatro jogadores pendurados no momento: Guga, Allan, Jair e Eduardo Sasha, além do técnico Cuca.

Entretanto, para a sorte do comandante alvinegro, o único amarelado diante no último sábado foi o lateral-direito Mariano, que não estava pendurado (agora está).

Sendo assim, o Atlético não terá baixas por suspensão diante do Palmeiras.

Com 74 pontos, o Galo lidera o Brasileirão, com oito pontos de vantagem para o Flamengo, segundo colocado.