AtléticoCuca admite que Atlético está perto de ser campeão brasileiro, mas pede cautela sobre comemoração

Embora a torcida tenha gritado “é campeão” após a vitória sobre o Juventude, por 2 a 0, no Mineirão, Cuca ainda manteve o discurso cauteloso. O técnico do Atlético comparou a proximidade do título brasileiro com uma corrida de Fórmula 1 e destacou que a equipe alvinegra ainda precisa esperar pela “bandeirada”.

“Sobre o grito de campeão, teve um pouco, não foi o Mineirão inteiro. Quem quer gritar pode gritar. Eu não sou campeão ainda. É a mesma coisa de uma corrida de Fórmula 1. Na última volta, estamos na frente. Há uma distância boa, mas não acabou a corrida”, destacou. 

“Você só vai ser campeão quando der a bandeirada, atingir o número de pontos que o segundo colocado não atinja. Tomara que venha logo isso e, aí sim, a gente possa gritar é campeão”, complementou.

Com a vitória sobre o Juventude, o Atlético chegou a 74 pontos. Restam ainda cinco jogos até o fim do Brasileirão, diante de Palmeiras, Fluminense, Red Bull Bragantino, Bahia e Grêmio.

O Atlético ainda tem de aguardar, pelo menos, mais duas rodadas para confirmar o título brasileiro. Como o Flamengo venceu o Internacional, em Porto Alegre, não há como o Galo ser campeão já nesta terça-feira, quando enfrentará o Palmeiras, no Allianz Parque.

A conquista do Brasileirão pode vir no próximo domingo (28), diante do Fluminense. Para isso, os comandados de Cuca têm de vencer o Palmeiras e o Tricolor Carioca, além de que o Flamengo não ganhe do Grêmio, na terça-feira, em Porto Alegre.

A equipe carioca é a única que ainda pode tirar o título do Atlético. Nesse sábado, o Palmeiras saiu da disputa pela taça ao perder para o Fortaleza, fora de casa. Com esse resultado, o Alviverde não pode alcançar o Galo nem se vencer todos os seus jogos restantes.

Leia mais:
Atlético supera recorde do rival Cruzeiro e registra maior público da história do Novo Mineirão