Os meninos da base do América e do Cruzeiro se enfrentaram na manhã deste domingo (31), no Independência, para decidir o Campeonato Mineiro Sub-20. Quem levou a melhor foi o Coelho, com uma vitória de 3 a 1 sobre a Raposa, conquistando seu 18° título na categoria. O duelo de ida havia terminado em 1 a 1.

Quem abriu o placar da partida foi Rodriguinho, do América, aos 22 minutos. Aos 28 minutos, o Cruzeiro reagiu com Igor Lemes, deixando tudo igual. Aos 30, ainda do primeiro tempo, o alviverde Carlos Alberto recolocou o Coelho em vantagem. 

Na segunda etapa, o gol do título aconteceu aos 48 minutos, anotado por Arthur. Dessa forma, o campeão mineiro terminou com o melhor ataque da competição, somando 36 gols. 

O jogo tenso, com excesso de cartões amarelos e duas expulsões (Diogo, do América; Riquelmy, do Cruzeiro) também foi palco para os jovens jogadores mostrarem suas habilidades, apresentando um jogo equilibrado, no sentido técnico. 

Nomes que já abrilhantaram o futebol profissional como Vitor Leque (C), Kawê (A) e Zé Vitor (A) disputaram a final e foram peças marcantes durante o jogo. 

A última vez que o América venceu o Campeonato Mineiro Sub-20 foi em 2009, justamente sobre o Cruzeiro.

Leia Mais:
Com novidade, Cruzeiro divulga lista de relacionados para o jogo contra o Vila Nova-GO
Cuca disseca o lado positivo de uma derrota e aponta Atlético ‘energizado’ para quarta

 

América