O zagueiro Réver está marcado na história do Atlético. Capitão do time alvinegro na conquista da Copa Libertadores de 2013, o jogador soma outros seis títulos: Campeonato Mineiro (2012, 2013, 2020 e 2021), Copa do Brasil (2014) e Recopa Sul-Americana (2014).

De olho em mais conquistas pelo Galo, o defensor alcançou uma expressiva marca com a camisa alvinegra, na goleada por 4 a 0 sobre o Fortaleza, nessa quarta-feira (20), no Mineirão, no jogo de ida de semifinal da Copa do Brasil.

Ao iniciar jogando diante do Tricolor do Pici, Réver chegou ao 300º jogo pelo Atlético, somando as duas passagens pelo clube.

Para tornar a data ainda mais marcante para o zagueiro, foi dele o segundo gol do Galo na vitória. Usando uma das principais qualidades, a bola área, o camisa 4 aproveitou cobrança de escanteio pela esquerda e cabeceou firme, vencendo o goleiro Felipe Alves. Foi o 30º tento do camisa 4 pelo Alvinegro. 

“Alegria imensa”

Aos 36 anos, Réver venceu a concorrência com Igor Rabello, e ocupou a vaga de Nathan Silva, que não pode defender o Atlético nesta Copa do Brasil, por já ter defendido o Atlético-GO na atual edição do torneio.

Após o duelo, em que foi substituído pelo próprio Rabello, em razão de dores lombares, o experiente zagueiro comemorou a marca pelo Galo e a vantagem construída no confronto com o Fortaleza.

“Alegria imensa fazer 300 jogos com a mesma camisa. Hoje em dia o futebol é dinâmico e as coisas não acontecem dessa maneira. Além dos 300 jogos, hoje completo 12 anos de casamento, então tem um sabor especial. Venho sendo cobrado pelo gol e não poderia ser melhor. É uma vantagem significativa, não podemos esquecer, mas esperamos fazer um grande jogo lá também. Toda tensão não é demais e temos que ter tranquilidade para fazer uma grande partida e confirmar a classificação”, disse o zagueiro, ao canal Sportv, após o duelo com o Tricolor do Pici.

Com o sonho de aumentar a coleção de títulos pelo Galo, Réver, que retornou à Cidade do Galo em 2019, após uma passagem entre 2010 e 2014, recentemente renovou o contrato com o Alvinegro até o final de 2022.

Leia mais
Hulk é substituído após pisão na mão e vira preocupação no Galo para os próximos jogos
Allan recebe o terceiro cartão amarelo e vai desfalcar o Galo no duelo de volta com o Fortaleza
Gol ou escanteio? Fortaleza reclama do árbitro em lance em que o Galo abriu a goleada no Mineirão