Atlético

Calebe sofreu dois pênaltis na vitória sobre o Santos e ajudou o Atlético a chegar a 18 jogos sem derrotas

Na briga pelo título do Campeonato Brasileiro, o Atlético já acumula 18 partidas sem derrotas. Entre os diferentes fatores para a série de invencibilidades, estão as participações decisivas de jogadores que saem do banco de reservas. Na vitória sobre o Santos, por 3 a 1, na última quarta-feira (13), o meia Calebe foi decisivo para que o Galo conseguisse a virada.

Diante do Peixe, o camisa 27 entrou no decorrer do segundo tempo e sofreu dois pênaltis. Duas rodadas antes, ele também foi acionado pelo técnico Cuca na etapa final, com participação direta na busca pelo empate com a Chapecoense, por 2 a 2, em Chapecó. Foi dele a assistência para Sasha marcar o segundo gol atleticano nos minutos finais.

“Fico feliz por ter entrado em mais uma partida e ajudado minha equipe. Estou trabalhando muito para isso, para entrar e ajudar a equipe a conquistar três pontos”, comentou o meia, que atribuiu as boas atuações recentes à preparação nos treinamentos na Cidade do Galo. “Temos de treinar forte, para entrarmos confiantes e darmos resultado para a equipe”, acrescentou.

Calebe foi contratado em definitivo pelo Atlético em março deste ano. Ele estava emprestado pelo São Paulo desde 2019 e assinou contrato com o clube alvinegro até fevereiro de 2024.

Bicampeão mineiro, o camisa 27 espera conquistar seus primeiros títulos nacionais. “Vim aqui para ser feliz. Fiquei muito feliz de o Atlético ter exercido minha compra. Estamos muito focados para trazer este Brasileirão para casa, junto com a Copa do Brasil. Vamos continuar trabalhando forte para conquistar nossos objetivos ao fim do ano”, destacou.

Leia mais:
Diretor do Galo contesta relato da súmula: 'a indignação é grande, mas longe do que foi declarado'
Com a vitória sobre o Santos, Galo tem mais de 90% de chance de receber o título do Brasileirão