América

Vagner Mancini deixou o comando do América depois de 21 partidas para assumir cargo de técnico do Grêmio

Vagner Mancini não é mais técnico do América. O treinador chegou a acordo com a diretoria do Grêmio para substituir Luiz Felipe Scolari, demitido no último domingo (10).

Mais cedo, nesta quinta-feira (14), o presidente do clube mineiro, Alencar da Silveira Júnior, havia criticado o assédio do Grêmio ao até então técnico do Coelho. "Deixa a gente continuar trabalhando e vai encher o saco de outro", afirmou, por meio de redes sociais.

Contratado em junho, Mancini fez boa campanha à frente do América, conseguindo tirar o time da zona de rebaixamento e levando-o à parte intermediária da tabela de classificação do Campeonato Brasileiro.

Em 21 jogos no comando do Coelho o treinador somou sete vitórias, nove empates e cinco derrotas. O aproveitamento que deixou no time mineiro na 11ª posição, com 31 pontos, quatro a mais do que o Bahia, primeiro time da zona de rebaixamento.

Leia Mais:
Após Grêmio sondar Vagner Mancini, presidente do América dispara: ‘vai encher o saco de outro'
Ribamar recebe o terceiro cartão amarelo e vai desfalcar o América no confronto direto com o Bahia
América é derrotado pelo Inter no Beira-Rio e vê fim de série de invencibilidade