Há cinco jogos sem perder no Campeonato Brasileiro, o América vive seu melhor momento na competição. As duas vitórias e três empates – contra os gigantes Corinthians, São Paulo e Flamengo - nas últimas cinco rodadas, deixaram o Coelho com 24 pontos, na 15ª colocação, fora da zona de rebaixamento.

Diante desse cenário, os comandados do técnico Vagner Mancini têm 32,2% de chances de rebaixamento, de acordo com o site Probabilidades no Futebol, desenvolvido pelo Departamento de Matemática da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG).

Com mais probabilidade de queda do que o Alviverde atualmente estão: Chapecoense (99,27%), Sport (87,4%), Bahia (45,9%), Santos (41,9%) e Grêmio (32,2).

No momento, o primeiro time dentro da zona de rebaixamento é o Bahia, com 23 pontos. Na 18ª colocação aparece o Grêmio, com 22 pontos e dois jogos a menos do que o América e o Tricolor da Boa Terra.

Fecham o grupo dos quatro últimos que vão disputar a Série B na próxima temporada, Sport, com 17 pontos, e Chapecoense, com apenas dez pontos.

Sul-Americana

Como consequência da briga para se afastar das últimas colocações, o Coelho está no páreo para tentar garantir uma vaga na Copa Sul-Americana.

O regulamento do Campeonato Brasileiro prevê que as equipes que terminarem entre a sétima e a 12ª colocações garantem vaga na segunda competição mais importante da América do Sul.

Entretanto, o desempenho das equipes brasileiras nas retas finais das atuais edições da Libertadores e da própria Sul-Americana poderão fazer com que times que terminem abaixo da 12ª colocação garantam vaga na “Sula” do ano que vem.

Nesse contexto, o Departamento de Matemática da UFMG estima que o América tem 23,7% de chances de disputar a Copa Sul-Americana em 2022.

Leia mais
Herói do América contra o Flamengo, Alê revela drama familiar e dedica gol à esposa

América busca empate com o Flamengo no fim e chega a cinco jogos seguidos sem perder no Brasileirão