Aos 52 minutos do segundo tempo, Marcelo Moreno marcou um gol que seria o da vitória do Cruzeiro sobre o Operário-PR. Seria! Se não fosse uma irregularidade no lance, assinalada pelo VAR e que findou a felicidade da torcida celeste na Arena do Jacaré, nesta quinta-feira (16). O placar de 1 a 1 perdurou até o fim, e a Raposa deixou o campo de jogo frustrada e cada vez mais distante do acesso à Série A do Brasileiro.

Claudinho abriu o placar para os mineiros aos 16 minutos, e Paulo Sérgio deixou tudo igual, de pênalti, aos 37 do primeiro tempo.

O jogo ficou marcado ainda por confusões entre as comissões técnicas e os jogadores dos dois clubes, culminando na expulsão de Vanderlei Luxemburgo, logo após o gol de Moreno. A polícia precisou ser acionada para retirar o treinador. Mas não parou aí.

Depois da anulação do tento do centroavante boliviano, os atletas da equipe estrelada se revoltaram contra a arbitragem, que precisou deixar o gramado escoltada por policiais. Luxa, que voltou para o campo, ainda tentou partir para cima do juiz Rodrigo Dalonso Ferreira.

O resultado em Sete Lagoas, aliado ao empate entre CRB e Vasco, em 1 a 1, no Rei Pelé, fez com que a diferença dos celestes para o G-4 se mantivesse em 11 pontos. A Raposa, em 12° lugar, tem 30 pontos, enquanto a equipe alagoana, quarta colocada, possui 41.

Situação

O Cruzeiro ainda pode perder duas posições, dependendo dos resultados no complemento da 24ª rodada nesta sexta (17) e neste sábado (18).

A Raposa passa a focar no desafio de domingo (19), às 16h, contra o Vasco, em São Januário.

Cruzeiro

FICHA TÉCNICA

CRUZEIRO 1
Fábio; Cáceres (Marco Antônio), Ramon, Brock e Matheus Pereira (Thiago); Adriano (Sóbis), Rômulo e Claudinho (Giovanni); Wellington Nem, Dudu (Felipe Augusto) e Marcelo Moreno
Técnico: Vanderlei Luxemburgo

OPERÁRIO-PR 1
Simão; Fábio Alemão, Rodolfo, Reniê e Fabiano; Leandro Vilela (Alex Silva), Marcelo Santos (Rafael Longuine), Thomaz (Felipe Garcia) e Marcelo (Pedro Ken); Djalma Silva (Gustavo) e Paulo Sérgio
Técnico: Matheus Costa

DATA: 16 de setembro de 2021 (quinta-feira)
LOCAL: Arena do Jacaré
CIDADE: Sete Lagoas
MOTIVO: 24ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro
ARBITRAGEM: Rodrigo Dalonso Ferreira (Fifa), auxiliado por Alex dos Santos e Helton Nunes, todos de Santa Catarina
VAR: Pablo Ramon Gonçalves Pinheiro (RN)
CARTÕES AMARELOS: Marcelo Moreno, Brock (Cruzeiro); Leandro Vilela, Thomaz, Djalma Silva, Simão (Operário-PR)
CARTÃO VERMELHO: Vanderlei Luxemburgo (Cruzeiro)
GOLS: Claudinho aos 16 minutos e Paulo Sérgio aos 37 do primeiro tempo

Leia Mais:
Luxemburgo diz que diretoria do Cruzeiro precisa tomar providências após arbitragem polêmica
Presidente do Cruzeiro protesta contra arbitragem e CBF: 'querem impedir a gente de subir'
Em desabafo, Moreno cita drama de Tardelli e reclama da arbitragem: ‘alegria que dura pouco’