Nacho Fernández foi o dono da noite desta quinta-feira (26), no Engenhão, ao abrir o placar e dar o passe para o gol de Hulk na vitória do Atlético sobre o Fluminense, por 2 a 1, pela partida de ida das quartas de final da Copa do Brasil. Com essa atuação decisiva, ele chegou a três tentos e duas assistências em dez partidas de mata-mata, vestindo o traje preto e branco.

Antes, El Cerebro esteve presente nos dois empates sem gols com o América, na final do Mineiro; nas duas vitórias em cima do Remo, pela terceira fase da Copa do Brasil; no triunfo e no revés contra o Bahia, pelas oitavas do mesmo torneio nacional; no 0 a 0 com o Boca Juniors em La Bombonera e no 0 a 0 com os xeneizes no Mineirão, nas oitavas da Libertadores; e no 1 a 0 sobre o River Plate no Monumental de Nuñez, pelas quartas da competição sul-americana.

Nesses confrontos, o meia marcou um gol e serviu Hyoran nos 2 a 0 sobre o Remo, no Baenão, e anotou o tento da vitória diante do River, por 1 a 0, na Argentina. Isso sem contar sua participação nesta quinta.

Com o resultado contra o Flu, o Galo joga por, no mínimo, um empate no Mineirão, no duelo da volta, no dia 15 de setembro, para avançar às semifinais.

Leia mais:
Galo vence o Flu, leva vantagem para o Mineirão e chega ao 6º jogo seguido sem perder no ano
Atlético encerra tabu de seis anos sem vencer o Fluminense como visitante

 

Atlético