Em péssimo momento no Campeonato Brasileiro da Série B, o Cruzeiro vai buscar a reabilitação na competição contra o Vila Nova, neste sábado (24), às 16h30, no estádio Oba, pela 13ª rodada.

Na zona de rebaixamento, com 11 pontos, na 17ª colocação, a Raposa tenta o triunfo em Goiânia para encerrar um incômodo jejum. Caso não some os três pontos neste sábado, o time estrelado vai superar um mês sem vitória no Brasileiro.

A última vez em que a equipe celeste ganhou foi no dia 24 de junho. Na ocasião, os comandados do técnico Mozart superaram o Vasco por 2 a 1, no Mineirão, pela sexta rodada da Série B.

Desde então, os azuis acumulam uma sequência de sete jogos sem vitória, com quatro empates (Guarani, Brasil de Pelotas, Coritiba e Botafogo) e três derrotas (CSA, Avaí e Remo).

Caso bata o Tigre, o Cruzeiro pode subir até quatro posições na classificação, dependendo de uma combinação de resultados. Em compensação, um revés no Oba pode jogar a Raposa para a lanterna do campeonato.

Baixas no time

Para o confronto deste sábado, Mozart não vai poder contar com o volante Matheus Barbosa, que, além de estar suspenso, está acertando com o Atlético-GO. Outra baixa é o atacante Marcelo Moreno, ainda liberado pela diretoria para resolver problemas particulares.

Em contrapartida, o treinador vai ter o retorno do meia Giovanni, de volta após cumprir suspensão, e do lateral-direito Cáceres, recuperado de uma entorse no tornozelo esquerdo.

Rival em má fase 

Se a fase do Cruzeiro é delicada, ao menos em campo, a do Vila não é muito diferente. Com apenas duas vitórias nos últimos dez jogos, o Tigre vem de duas derrotas consecutivas e ocupa a 13ª posição, com 14 pontos.

Ainda sem vencer no seu estádio nesta Série B, o Vila corre o risco de ser ultrapassado pelo próprio time celeste, em caso de derrota por dois gols de diferença, e se aproximar do Z-4.