Atlético

O centésimo duelo do Atlético em Libertadores será realizado no Monumental de Nuñes, contra o River Plate, garantido nas quartas de final após superar o Argentinos Juniors, por 2 a 0, na quarta-feira (21). E o 101°, em BH ou Brasília, já que a diretoria alvinegra ainda avalia qual seria a melhor opção para mandar o confronto de volta. De todo modo, para o Galo estão em jogo uma vaga nas semifinais e a ampliação de escritas positivas perante equipes argentinas na história da competição. 

A última derrota do time mineiro para um clube do país vizinho na Libertadores aconteceu cerca de oito anos atrás, mais precisamente no dia 3 de julho de 2013, quando levou 2 a 0 do Newell’s Old Boys, no estádio Marcelo Bielsa, em Rosario, no embate de ida das semifinais.

De lá para cá, houve sete encontros com argentinos, e em nenhuma dessas ocasiões o Galo perdeu. O início desse ciclo positivo se deu com o triunfo por 2 a 0 em cima do mesmo Newell’s, na partida de volta daquela edição, e a vaga à decisão foi concretizada com os 3 a 2 na disputa por pênaltis.

Em 2016, o Atlético superou o Racing nas oitavas com um empate em 0 a 0, fora de casa, e uma vitória por 2 a 1, no Independência. No ano seguinte, enfrentou o Godoy Cruz, acumulando uma igualdade em 1 a 1, como visitante, e uma goleada por 4 a 1, como mandante. E na atual edição, passou pelo Boca nas oitavas, com 0 a 0 em La Bombonera e o mesmo placar no Mineirão e vencendo nas penalidades por 3 a 1.

Além disso, a última vez que o Alvinegro foi eliminado por uma equipe argentina na Libertadores ocorreu há 43 anos. Em 1978, em um triangular com River e Boca, os xeneizes avançaram à final.

Depois, o Galo só voltaria a enfrentar um time daquele país, pelo torneio, a partir de 2013, quando goleou o Arsenal duas vezes, por 5 a 2, na fase de grupos.

A hegemonia também é atleticana contra os hermanos na competição: em 14 partidas, a equipe mineira soma seis vitórias, quatro empates e quatro derrotas.

Ao mesmo tempo, fica um alerta ao Galo, que não jogou bem diante do Boca, nas oitavas de final desta edição, e vai precisar evoluir em todos os aspectos para bater o último clube argentino que permanece nesta Libertadores.

Retrospecto

No confronto geral, Atlético e River se enfrentaram três vezes. Em 1978, cada equipe venceu um confronto na Libertadores. Em 1985, empataram em 1 a 1 no Mineirão, em amistoso.

Relembre os jogos do Galo contra times argentinos na Libertadores

1978

Triangular semifinal
Atlético 1 x 2 Boca Juniors
River Plate 1 x 0 Atlético
Boca Juniors 3 x 1 Atlético
Atlético 1 x 0 River Plate

2013

Fase de grupos
Arsenal 2 x 5 Atlético
Atlético 5 x 2 Arsenal

Semifinais
Newell’s Old Boys 2 x 0 Atlético
Atlético 2 (3) x (2) 0 Newell’s Old Boys

2016

Oitavas de final
Racing 0 x 0 Atlético
Atlético 2 x 1 Racing

2017

Fase de grupos
Godoy Cruz 1 x 1 Atlético
Atlético 4 x 1 Godoy Cruz

2021

Oitavas de final
Boca Juniors 0 x 0 Atlético
Atlético 0 (3) x (1) 0 Boca Juniors