Uma rodada antes, o América detinha o pior ataque do Brasileiro, com apenas três gols marcados em sete partidas, e não havia vencido um jogo sequer na competição. O quadro se alterou significativamente graças ao triunfo por 4 a 3 em cima do Bahia, nessa quarta-feira (30), em Salvador.

Em um só confronto, o Alviverde anotou mais gols do que havia feito até então no torneio, obtendo sua primeira vitória na condição de visitante. Foi também a primeira na Era Vagner Mancini. Situação que tirou um peso das costas dos jogadores do Coelho, como destaca o goleiro Matheus Cavichioli.

"Uma vitória fora de casa contra um grande oponente, o Bahia, que dificilmente toma tantos gols. Adversário complicado, chato de se enfrentar, com jogadores de qualidade. Fazer o que fizemos é louvável, tem todo um mérito e trabalho. Mas sabemos que precisamos de mais. É disso para cima”, disse.

Contra o Santos, neste sábado (3), às 19h, no Independência, o time mineiro vai em busca de seu primeiro resultado positivo como mandante para continuar fora da zona de rebaixamento. Mas como fazer para manter ou melhorar o nível de produtividade e entrega? 

"Fizemos quatro gols (sobre o Bahia), maravilha! Mas não podemos achar que isso vai acontecer em todas as partidas. É preciso ter a consciência de que vamos ter um placar como esse. E em outras oportunidades, 1 a 0 vai ser uma goleada. Mas é nítido a atitude de todos", comentou o goleiro.

O América aparece em 16° lugar, com seis pontos, seis a menos que o Peixe, sétimo colocado.

América