Um dos estreantes do Cruzeiro no empate em 1 a 1 com o Uberlândia, no jogo realizado neste sábado (27) no Triângulo Mineiro, o atacante Felipe Augusto lamentou as chances desperdiçadas pela Raposa, mas destacou o pouco tempo de treinamentos para mostrar serviço.  Para ele, a equipe tem tudo para fazer uma brilhante temporada em 2021, ao contrário do que aconteceu na passada, quando o acesso para a Série A do Campeonato Brasileiro não foi conquistado.

"O placar não reflete o que foi o jogo. A gente criou muitas oportunidades. Demos azar numa bola em que  cara (Reis) foi lá e fez o gol. Fomos bem superiores. Faltou caprichar mais, mas valeu o empenho e a nossa luta. Tentei finalizar e fazer o gol, mas infelizmente não deu. Temos muito o que melhorar, mas foram apenas 10 dias de preparação. Daremos uma resposta mais positiva ainda", destacou Augusto.

Já para o goleiro Fábio, o Cruzeiro teve a chance e criou oportunidades para vencer o Uberlândia, mas não soube concluí-las. Apesar disso, o dono da camisa 1 também está esperançoso por um ano melhor.

"Estreia é sempre difícil. Criamos muitas oportunidades, mas a bola só entrou no final, nos acréscimos. Tivemos a oportunidade de sair com a vitória depois. Todo mundo sem ritmo. É continuar trabalhando porque, se Deus quiser, vamos fazer uma temporada consistente ao longo do ano. Em casa temos que ter uma porcentagem alta, então, é começar logo com uma vitória na quarta-feira", finalizou.

O Cruzeiro volta a campo na próxima quarta-feira (3), quando recebe a Caldense, no Mineirão.