O dia 26 de fevereiro de 2020 ficou marcado como uma das maiores humilhações do Atlético na Copa do Brasil, ao ser eliminado para o Afogados, pela segunda fase da competição, o que resultou na demissão do técnico Dudamel, do diretor de futebol Rui Costa e do gerente Marques.

Um ano depois, o fato foi celebrado pelo time pernambucano, pouco antes da meia-noite, por meio de uma alfinetada no Galo nas redes sociais.

“Há exatamente um ano atrás estava acontecendo: o Atlético virava meu freguês. Volte sempre! O resto é história!”, escreveu o Afogados em seu Twitter.

No tempo normal da partida, empate em 2 a 2. Candinho e Philip marcaram os gols dos pernambucanos, e Ricardo Oliveira e Gabriel anotaram os tentos dos mineiros. Na disputa por pênaltis, o Afogados desperdiçou as duas primeiras cobranças, mas mesmo assim alcançou a classificação, ao ganhar por 7 a 6.

Depois disso, o Atlético passou por uma reformulação, tendo Jorge Sampaoli como treinador e Alexandre Mattos como diretor. O Alvinegro conquistou o Campeonato Mineiro de 2020 e obteve o terceiro lugar no Brasileirão.

No entanto, o técnico argentino, contestado por grande parte da torcida, preferiu trocar o Galo pelo Olympique de Marselha. Já Mattos acabou dispensado pelo clube no início de janeiro deste ano.