O Módulo I do Campeonato Mineiro 2021 começa a ser disputado neste sábado (27) e, antes mesmo de a bola rolar, pode-se afirmar, com base na tradição dos Estaduais disputados nos anos com o final 1, que lá vem história.

Villa Nova 1951Em 1951, o Villa Nova ganhou o primeiro Campeonato Mineiro que teve o Independência como palco do jogo que decidiu o título

A primeira edição da competição, que começou a ser disputada em 1915, num ano de final 1 foi em 1921, e o torneio marca o início dos clássicos de Belo Horizonte entre América, Atlético e Cruzeiro, que estreou no ano da sua fundação ainda com o nome de Palestra Itália, em tempos de hegemonia americana.

Desde então, já tivemos final inacabada, a primeira taça conquistada no Independência, o primeiro troféu levantado pelo América no Mineirão, faixa do rival carimbada e até decisão 100% disputada no interior entre dois times da capital.

1921
Fundado em 2 de janeiro, o Palestra Itália (Cruzeiro) consegue numa seletiva a vaga para a Primeira Divisão do Campeonato da Cidade (Mineiro) da temporada. Em 15 de maio, enfrenta o Atlético, que vence por 2 a 1 o primeiro clássico entre eles pelo Estadual.

1931
O Atlético tinha sido bicampeão da Cidade (Mineiro) em 1926 e 1927. O Palestra (Cruzeiro) tinha chegado ao tricampeonato em 1928, 1929 e 1930. Em 1931, acontece a primeira decisão direta entre eles, pois terminaram a competição empatados com 14 pontos.
No primeiro jogo, o Atlético faz 2 a 1, no Barro Preto, com arbitragem do Rio de Janeiro. No segundo, em Lourdes, os atleticanos não contratam o árbitro carioca, como tinha sido acertado entre os dois clubes, oferecendo três mineiros para que o rival escolhesse um. Os palestrinos se recusam a jogar e o título fica com o Atlético.

1941
É disputada a primeira final do Campeonato Mineiro entre capital e interior. Atlético e Siderúrgica, de Sabará, terminam a competição empatados com 24 pontos e disputam uma melhor de três, com os atleticanos ficando com a taça.

1951
Um dos palcos da Copa do Mundo no ano anterior, o Independência tem o primeiro título mineiro conquistado em seu gramado. E ele fica com o Villa Nova, que derrota o Atlético por 1 a 0 na partida decisiva entre eles.

1961
O Cruzeiro chega ao tricampeonato em sequência numa competição que tem como curiosidade os mandos de campo negociados, como relata Henrique Ribeiro no Almanaque do Cruzeiro.
“O Campeonato Mineiro de 1961 marcou o início das negociações dos mandos de campos. Os clubes da capital passaram a oferecer compensações financeiras às equipes do interior para que as partidas fossem transferidas para Belo Horizonte, onde as rendas das bilheterias eram maiores”.

1971
O América trava uma grande batalha com o Cruzeiro, mas leva a melhor e conquista o seu primeiro título de campeão mineiro no Mineirão.

1981
Nos clássicos entre Atlético e Cruzeiro, fica acertado que a renda seria do mandante. Nos jogos como visitantes, ambos escalam os reservas para prejudicar na arrecadação rival. Os titulares celestes empatam com os reservas alvinegros, e o time principal atleticano perde por 1 a 0 os cruzeirenses.
No hexagonal final, deu a lógica, e o Atlético, com um time que tinha seis jogadores que serviam à Seleção Brasileira naquela época, chega ao tetracampeonato da sequência do hexa.

1991
Em 20 de novembro, o Cruzeiro faz 3 a 0 no River Plate, da Argentina, no Mineirão, e conquista seu primeiro título da Supercopa. No dia 24 encara o Atlético pelo hexagonal final do Campeonato Mineiro e com a derrota por 2 a 0 fica praticamente fora da briga pela taça, que fica com o Galo, com o Democrata-GV sendo vice. Com isso, a Raposa não disputa a Copa do Brasil de 1992, pois o Estado só tinha duas vagas naquela época.

2001
O primeiro título deste século é numa final entre América e Atlético. E o Coelho garante a taça especial de forma sofrida, com um gol de Alessandro na reta final do jogo de volta da final.

2011
Com Mineirão e Independência fechados para reforma, para serem palcos das Copas das Confederações (2013) e do Mundo (2014), acontece a única final entre clubes da capital no interior. Os dois jogos entre Atlético e Cruzeiro são disputados na Arena do Jacaré, em Sete Lagoas, com torcida única. Na ida, o Galo faz 2 a 1. Na volta, a Raposa ganha por 2 a 0 e conquista o título.