O atacante Marrony experimentou situações completamente opostas na vitória do Atlético por 3 a 2 sobre o Sport, neste domingo (21), na Ilha do Retiro, pela 37ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Opção no banco de reservas, o jogador foi acionado pelo técnico Jorge Sampaoli aos 14 minutos do segundo tempo, na vaga de Keno.

Aos 39 minutos, quando o Galo vencia por 2 a 1, o atacante acertou o braço no rosto do lateral Patric, dentro da área, durante uma disputa de bola.

Com o auxílio do VAR, o árbitro Rodolpho Toski Marques marcou o pênalti, convertido na sequência por Thiago Neves.

Quando a partida parecia que terminaria empatada, Marrony recebeu passe na direita, cortou pra dentro e acertou um belo chute, balançando as redes de Luan Polly, já aos 52 minutos da segunda etapa.

"Fui infeliz no pênalti, mas o importante é que eu consegui dar a volta por cima e acertar esse chute no final do jogo”, disse Marrony, ao canal Premiere, após a partida.

Objetivos

Com 65 pontos, momentaneamente na terceira colocação, o Atlético está perto de garantir uma vaga na fase grupos da próxima Copa Libertadores.

Caso o Fluminense, quinto colocado, com 60 pontos, não vença o Santos, neste domingo, às 18h15, na Vila Belmiro, os comandados do técnico Jorge Sampaoli conquistarão esse objetivo já nesta rodada.

Entretanto, a queda de rendimento na reta final do Brasileiro, com apenas uma vitória nos últimos quatro jogos, tirou o Galo da briga pelo título da competição.

“Todo mundo sabe que faltou (algo para ser campeão), ainda mais a gente, que trabalha bastante. Mas, gente conseguimos o nosso objetivo, não era o maior, mas conseguimos. É terminar o campeonato da melhor forma possível", disse o camisa 38.

O Alvinegro encerra a participação no Brasileirão na próxima quinta, às 21h30, diante do Palmeiras, no Mineirão.