Líder do Campeonato Brasileiro e vendo o caneco cada vez mais próximo, o Internacional terá que vencer em território inimigo neste domingo (14), caso não queira correr o risco de ver o Flamengo, atual campeão, ter chance de ultrapassá-lo nesta 36ª rodada da competição mais importante do país.

A partir das 16h, a equipe comandada por Abel Braga enfrenta o desesperado Vasco, de Luxemburgo, em São Januário. Com 37 pontos, o time carioca é o primeiro da zona de rebaixamento. Vencer em casa, faltando três rodadas para o término do Brasileirão, é mais do que obrigação; mesmo que contra o líder.

Fazendo papel de "bombeiro" nesta busca pela permanência, Luxa naõ poderá contar com duas peças: Werley, entregue ao departamento médico, e Marcelo Alves, suspenso. Com isso, Ricardo Graça e Castán devem voltar a formar a dupla de zaga do cruzmaltino. O lateral Henrique, com dores no tornozelo direito, é dúvida.Caso não tenha condições de jogo, será substituído por Neto Borges.

Internacional

Derrotado em casa pelo Sport, o Internacional não quer correr o risco de deixar o topo da Série A neste fim de semana. E uma grande novidade pode aparecer em campo, mesmo que não de início.

Com a  ida ao Mundo Árabe não concluída, o atacante Thiago Galhardo, vice-artilheiro do Campeonato Brasileiro, com 16 gols,  deve reaparecer entre os relacionados e ser acionado ao decorrer dos 90 minutos.

A única dúvida de Abel Braga é na peça que substituirá o suspenso Patrick. Peglow, Maurício e Nonato são as opções do comandante da equipe Colorada. 
Informações adicionais: 

Ficha técnica:
Vasco x Internacional

Motivo: 36ª rodada do Brasileirão 2020
Data: 14 de fevereiro de 2021
Hora: 16h (de Brasília)
Local: São Januário, em Rio de Janeiro (RJ)
Árbitro: Flávio Rodrigues de Souza (SP)

Vasco - Fernando Miguel; Léo Matos, Ricardo Graça, Leandro Castán e Henrique (Neto Borges); Bruno Gomes, Léo Gil e Benítez; Pikachu, Cano e Talles (Gabriel Pec). Técnico: Vanderlei Luxemburgo

Internacional - Marcelo Lomba; Rodinei, Lucas Ribeiro, Victor Cuesta e Moisés; Rodrigo Dourado, Edenílson, Praxedes, Caio Vidal e Peglow (Maurício ou Nonato); Yuri Alberto. Técnico: Abel Braga

Transmissão: Première