Além da briga por uma vaga direta na Copa Libertadores, o Fluminense x Atlético desta quarta-feira (10), às 21h30, no Maracanã, pela 35ª rodada da Série A do Campeonato Brasileiro, tem outro ingrediente: o reencontro de Fred com o Galo.

O centroavante deixou o tricolor carioca para vestir a camisa alvinegra em 2016 com status de ídolo. Um ano e meio depois deixou o clube, praticamente dispensado, por causa do alto salário, assinou contrato com o Cruzeiro, e virou pivô de uma grande batalha jurídica, pois seu destrato previa o pagamento de multa de R$ 10 milhões em caso de transferência direta para o maior rival atleticano.

Fred Atlético e FluminenseFred defendeu o Atlético em metade de 2016 e durante toda a temporada de 2017, mas sua saída do clube foi polêmica, com ida para o Cruzeiro. Atualmente no Fluminense, ele reencontra o Galo nesta quarta-feira

Este valor era em dezembro de 2017. Na semana passada, quando o Centro Brasileiro de Mediação e Arbitragem (CBMA) indeferiu um pedido do atacante de anulação de decisão da Câmara Nacional de Resoluções de Disputas (CNRD), Lásaro Cândido, que deixou a vice-presidência do Atlético no final do ano passado, revelou que neste momento o valor a ser pago por Fred ao clube, corrigido, é de R$ 18.654.417,00.

Deste valor, precisam ser descontados cerca de R$ 1,9 milhão que o Galo deve ao jogador por verbas rescisórias e outros direitos trabalhistas não pagos a ele quando aconteceu a rescisão.

No contrato de Fred com o Cruzeiro, o clube assumiu o pagamento da multa caso o jogador fosse acionado pelo Atlético. Esta batalha domina o futebol mineiro há mais de três anos e os encontros do centroavante com o Galo, sempre com a camisa celeste, acabaram ganhando um ingrediente a mais.

Histórico

Agora, será a vez do centroavante rever o ex-clube com a camisa tricolor. No jogo do turno, quando o Fluminense foi o primeiro time a tirar pontos do Atlético dentro do Mineirão neste Brasileirão, com o empate por 1 a 1, Fred nem veio a Belo Horizonte, pois o técnico da época, Odair Hellmann, apostou numa equipe mais jovem e veloz.

O reencontro acontece nesta quarta-feira. E com pinta de tira-teima, pois ele disputou sete clássicos contra o Atlético vestindo a camisa cruzeirense. Todos em 2019, pois uma grave lesão o tirou dos gramados em quase toda a temporada de 2018, a sua primeira na volta à Raposa.

Os números mostram duas vitórias de Fred, três empates e duas vitórias do Atlético. O centroavante marcou dois gols, ambos de pênalti. Apesar da igualdade fria, o centroavante levou a melhor, pois venceu os dois mata-matas disputados.

O primeiro, a decisão do Campeonato Mineiro de 2019, conquistado pelo Cruzeiro graças a um empate por 1 a 1 com o Galo, no Independência, com o gol celeste sendo marcado por Fred, cobrando pênalti.

Logo depois, os dois rivais fizeram uma das quartas de final da Copa do Brasil. E a Raposa levou a melhor fazendo 3 a 0, no Mineirão, e perdendo por 2 a 0, no Independência.

O jogo desta quarta-feira vale muito para Fluminense e Atlético. Mas os três pontos terão um significado especial também para o centroavante tricolor ou para os atleticanos, por causa da batalha judicial que eles disputam.