A Série A de 2020 é mais equilibrada após a disputa da 30ª rodada que a edição de 2009, até então considerada a mais emocionante da Era dos Pontos Corridos pela briga acirrada de vários clubes pelo título, com três deles (Flamengo, Internacional e São Paulo) chegando à última rodada com chances de levantar a taça, que ficou com os rubro-negros.

São Paulo Atlético Morumbi 2020

Atlético e São Paulo participam da equilibrada briga pelo título do Campeonato Brasileiro de 2020, numa disputa ainda mais acirrada que a registrada em 2009

O líder de agora, o São Paulo, com 57 pontos, tem campanha superior ao primeiro colocado de 2009, o Palmeiras, que somava 54, marca inferior ao Internacional, que está na segunda posição do Brasileirão 2020 com 56.

Como Atlético (3º colocado) e Flamengo (4º) têm um jogo a menos, e somam 53 e 52 pontos, respectivamente, ambos também têm chances de superar a pontuação do então líder Porco após a 30ª rodada de 2009.

Diferenças

Além de um evidente nível técnico maior dos times da ponta da classificação, a Série A de 2020 mostra diferenças menores de pontos entre os primeiros colocados. Em 2009, a esta altura da competição, o Palmeiras tinha quatro de vantagem sobre o segundo, que era o Atlético, com 50.

Apenas um ponto separa atualmente o São Paulo do Internacional e o jogo a menos poderia colocar o Atlético com a mesma situação do Colorado e o Flamengo apenas um atrás do vice-líder. E o Palmeiras, que ainda não enfrentou o Vasco pela primeira rodada, o que só acontecerá na semana que vem, poderia estar com 54, três de diferença para o Tricolor.

Em 2009, no cenário de equilíbrio, o que se viu foi a taça ficando com quem avançou. Faltando oito rodadas para o final da competição, o Flamengo, que na 30ª rodada bateu o líder Palmeiras dentro do Palestra Itália, por 2 a 0, ainda tinha seis pontos de diferença em relação ao líder (54 a 48) e estava fora do G-4, ocupando a quinta colocação.

Hoje, o quinto colocado é justamente o Palmeiras, e os mesmos seis pontos o separam do primeiro colocado São Paulo, mas o alviverde tem o jogo a menos, que poderia diminuir esta diferença para apenas três.

Outras competições

Por causa do calendário alterado, reflexo da pandemia pelo novo coronavírus, acontece na reta final do Brasileirão de 2020 um efeito que não esteve presente na edição de 2009: outras competições.

O maior representante desta turma é o Palmeiras, que no próximo dia 30 decide a Copa Libertadores, em jogo único contra o Santos, às 17h, no Maracanã. Se for campeão, o time do técnico português Abel Ferreira joga o Mundial de Clubes a partir de 7 de fevereiro, no Catar. A segunda partida do representante sul-americano será no dia 11.

Além disso, os palmeirenses enfrentam o Grêmio, que é sexto colocado na Série A, com sete pontos e um jogo a menos que o líder São Paulo, na decisão da Copa do Brasil.

Se o Palmeiras não vencer a Libertadores, os jogos decisivos serão em 11 de fevereiro, em Porto Alegre, e 17, em São Paulo. Caso o Porco conquiste a América, as partidas serão após o término do Brasileirão, que terá a última rodada em 25 de fevereiro.

Nesta hipótese, Palmeiras e Grêmio jogam dias 28 de fevereiro, na capital gaúcha, e em 7 de março, no Allianz Parque.

Mesmo com este cenário que envolve Palmeiras e Grêmio, a tendência é que o equilíbrio siga até o final do Brasileirão, com a edição de 2020 podendo tomar de 2009 a condição de mais equilibrada e emocionante da Era dos Pontos Corridos.

O G-6 DE 2009 APÓS A 30ª RODADA

POS.

CLUBE

PG

J

V

E

D

GF

GC

S

A (%)

Palmeiras

54

30

15

9

6

46

33

13

60

Atlético

50

30

14

8

8

47

40

7

55

Internacional

49

30

14

7

9

53

38

15

54

São Paulo

49

30

13

10

7

40

31

9

54

Flamengo

48

30

13

9

8

47

40

7

53

Goiás

46

30

13

7

10

51

49

2

51

 

O G-6 DE 2020 APÓS A 30ª RODADA

POS.

CLUBE

PG

J

V

E

D

GF

GC

S

A (%)

São Paulo

57

30

16

9

5

50

28

22

63

Internacional

56

30

16

8

6

48

28

20

62

Atlético

53

29

16

5

8

51

37

14

61

Flamengo

52

29

15

7

7

50

39

11

60

Palmeiras

51

29

14

9

6

43

26

17

59

Grêmio

50

29

12

14

3

38

24

14

57