O ex-técnico do Cruzeiro, Adilson Batista, sofreu um infarto, na última quinta-feira (14), em Curitiba, e está internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Cardiológico Constanini, na capital paranaense.

De acordo com a assessoria de comunicação do treinador, Adilson, que tem 52 anos, foi socorrido, fez alguns exames e passou por dois cateterismos.

Ainda segundo o staff do comandante, o treinador está bem, em observação na UTI, devendo passar por uma cirurgia nos próximos dias.

Cruzeiro se solidariza

Na noite desta sexta-feira, o Cruzeiro, último clube que Adilson Batista dirigiu, publicou uma mensagem nas redes sociais, em apoio ao treinador.

“Desejamos uma pronta recuperação ao grande cruzeirense Adilson Batista, que sofreu um infarto e está internado em um hospital de Curitiba. A Nação Azul está unida em uma corrente de fé e boas vibrações pelo nosso ex-atleta, ex-treinador e Ídolo Eterno”, disse o post do clube estrelado.

Como treinador, Adilson teve duas passagens pela Toca da Raposa II. A primeira, com destaque para o bicampeonato do Mineiro, (20089 e 2009) e do vice da Copa Libertadores (2009).

Na volta ao time estrelado, Batista não conseguiu evitar o rebaixamento para a Série B, sendo derrotado nos três jogos em que esteve à frente da Raposa no Brasileirão de 2019.

Nesta temporada, mantido no cargo, o comandante foi demitido no dia 15 de março, após derrota por 1 a 0 para o Coimbra, pela 9ª rodada do Campeonato Mineiro.

Ao todo, Adilson Batista comandou o Cruzeiro em 189 jogos, obtendo 100 vitórias, 38 empates e 46 derrotas.

Passagem como jogador

Muito antes de se tornar técnico do Cruzeiro, Adilson teve passagem de destaque como jogador da Raposa, no final da década de 1980 e início dos anos 1990.

Com a camisa celeste, o ex-zagueiro disputou 162 jogos, marcou 15 gols, conquistando os títulos do Mineiro (1990 e 19992) e da Supercopa Libertadores (1991 e 1992).