Indagado após o empate com o Cuiabá, em 29 de dezembro, se o Centenário do Cruzeiro seria na Série B, Fábio não titubeou na resposta: “Independentemente de onde estiver, eu vou estar aqui”. As palavras ratificam um comentário do camisa 1 no início da temporada 2020, de que não seria no pior momento da história do clube que ele abandonaria a Raposa.

Neste sábado (2), utilizando seu perfil no Instagram, ele reiterou esse pensamento. Jogador com mais partidas disputadas pela agremiação (917, até agora), o arqueiro resumiu o que o Cruzeiro significa para ele. 

“Cruzeiro, desses 100 anos, em 17 estive aqui contigo. Nos alegramos, vibramos, torcemos, sofremos, conquistamos, perdemos e choramos. Sou grato por fazer parte da sua história, dessa marca, desse marco. Aqui estou e sempre estarei para vibrar, apoiar e me alegrar com você, Cruzeiro”, afirmou.

“Tu és gigante, és um grande campeão, você tem páginas heroicas e imortais, momentos marcantes e inesquecíveis. Cruzeiro parabéns”, completou.

E prosseguiu, explicando o motivo pela imagem utilizada na publicação. “Essa foto é para representar a chuva de benção sobre você, gigante Cruzeiro! Deus abençoe esse clube que me traz alegria de trabalhar, de torcer, de viver”, disse.

 

Fábio acumula duas passagens pela Raposa, sendo uma em 2000, quando foi campeão da Copa do Brasil, como um dos suplentes do elenco celeste.

A segunda Era no clube começou em 2005, como titular debaixo das traves azuis. Desde então, foi campeão do Mineiro (2006, 2008, 2009, 2011, 2014, 2018 e 2019), do Brasileirão (2013 e 2014) e da Copa do Brasil (2017 e 2018).

Ele renovou seu vínculo com o Cruzeiro até o fim de 2021.