O Atlético celebrou um acordo com a Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional (PGFN) para o desconto e o parcelamento  de R$ 42 milhões em dívidas do clube com a União.

De acordo com a PGFN, que divulgou o pacto nesta segunda-feira (21), R$ 35 milhões desse montante correspondem a débitos tributários não previdenciários, que serão divididos em 145 meses, com 30% de desconto.

Os R$ 7 milhões restantes correspondem a dívidas previdenciárias, que serão parceladas em 60 meses, com 48,95% de desconto.

Ainda segundo o órgão, o Galo aproveitou os descontos especiais previstos nos acordos de transação na modalidade excepcional, que considera a diminuição de receita das pessoas jurídicas em razão da crise causada pela Covid-19.

O prazo para outros clubes aderirem nessas modalidades de acordos junto à PGFN se encerra no dia 29 de dezembro.

Vice comenta acordo

Por meio das redes sociais, o vice-presidente do Atlético, Lásaro Cândido da Cunha, comentou sobre o acordo com a Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional (PGFN) e explicou alguns detalhes sobre o pacto.