O Cruzeiro anunciou, na tarde desta quarta-feira (9), que vai mandar os jogos restantes da temporada no Independência.

A mudança de casa já vai ocorrer no próximo desafio da Raposa como mandante na Série B, contra o CSA, no dia 15 de dezembro.

De acordo com o comunicado enviado pela Raposa, a opção pela ida para o Horto se dá com o intuito de reduzir custos, e teve o aval do departamento de futebol, que não viu prejuízos ao time com a mudança de estádio. 

No texto, o Cruzeiro reitera ainda o esforço realizado pela concessionária que administra o Mineirão para reduzir as despesas.

As partes, inclusive, celebraram um acordo no último dia 30 de novembro, encerrando um imbróglio judicial que corria nos últimos anos, em razão de uma dívida da Raposa com o estádio.

O bom relacionamento com os gestores do Gigante da Pampulha também foi destacado na nota divulgada pelo clube celeste, que também revela que as partes continuam dialogando para formalizar um novo contrato para 2021.

Ainda em relação à débitos anteriores, o Cruzeiro afirmou que o acordo com a Arena Independência também contemplou a quitação de uma dívida com a empresa que administra o estádio.

A última partida que o Cruzeiro mandou no Independência foi no dia 15 de março. Na ocasião, a Raposa perdeu por 1 a 0 para o Coimbra, pela 9ª rodada do Campeonato Mineiro, a última antes da paralisação do futebol, em decorrência da pandemia de coronavírus.

Além do duelo com o CSA, o time celeste vai fazer mais quatro jogos em casa nesta Série B, contra Cuiabá (29/12), Oeste (13/1), Operário-PR (19/1) e Náutico (23/1).