O que começou a virar um temor atleticano na segunda quinzena de novembro, quando a Cidade do Galo teve um surto de Covid-19, e depois disso, em 12 pontos disputados, a equipe de Jorge Sampaoli, um dos infectados, conquistou cinco, pode virar uma dura realidade nesta quarta-feira (9). O líder São Paulo recebe o vice-lanterna Botrafogo às 21h30, no Morumbi, em partida adiada da 18ª rodada, e, vencendo, abre sete pontos de frente em relação ao Atlético na ponta da Série A.

Em 18 de novembro, antes do São Paulo despachar o Flamengo nas quartas de final da Copa do Brasil, com uma goleada por 3 a 0, no jogo de volta entre eles, no Morumbi, o Atlético iniciava seu período sobre a influência do surto pelo novo coronavírus sofrendo sua única derrota no Mineirão neste Brasileirão, até agora, levando 2 a 0 do Athletico em confronto adiado da sexta rodada, por causa da decisão do Campeonato Mineiro.

Luciano atacante São Paulo

Destaque e artilheiro do São Paulo neste Brasileirão, o atacante Luciano marcou o gol da vitória por 1 a 0 sobre o Sport, no último domingo, no Morumbi, quando o Tricolor abriu quatro pontos de vantagem em relação ao Atlético na briga pela liderança da competição

Quando os dois clubes entraram em campo em 22 de novembro, pela 22ª rodada, o Galo somava 38 pontos, contra 36 do Tricolor, que tinha três jogos a menos. Neste dia, ambos empataram. Os alvinegros, com o Ceará, por 2 a 2, no Castelão. Os são-paulinos, por 1 a 1, com o Vasco, no Morumbi.

No dia 25 de novembro, a distância entre eles aumentou para quatro pontos, pois o Atlético abriu a 23ª rodada fazendo 2 a 1 no Botafogo, no Gigante da Pampulha, enquanto o São Paulo empatava por 1 a 1 com o Ceará, no Castelão, em jogo adiado da 16ª rodada.

Só em 28 de novembro, o tricolor paulista jogou pela 23ª rodada, quando fez 3 a 1 no Bahia, na Fonte Nova, ficando com dois jogos a menos que o time de Sampaoli, e apenas um ponto atrás na classificação.

Em 3 de dezembro, o São Paulo foi encarar o lanterna Goiás no Estádio da Serrinha, em Goiânia, em partida adiada da primeira rodada, por causa de um surto de Covid-19 no time goiano, e assumiu a ponta da Série A com a goleada de 3 a 0. A equipe de Fernando Diniz chegou aos 44 pontos, contra 42 do Atlético.

No último domingo (6), o Tricolor jogou antes e fez o dever de casa, batendo o Sport por 1 a 0, no Morumbi, e chegando aos 47 pontos. Em seguida, o Galo recebeu o Internacional, no Mineirão, levou o gol de empate na reta final do confronto e com o 2 a 2 subiu a 43 pontos.

Agora, diante do vice-lanterna Botafogo, em casa, o São Paulo tem a chance de chegar aos 50 pontos, ampliando a maior vantagem que um líder já teve sobre o segundo colocado neste Campeonato Brasileiro.

Ao Atlético, só resta torcer para que o Tricolor tropece no alvinegro carioca, pois numa Série A marcada por tanto equilíbrio, sete pontos é uma vantagem considerável, por mais que ainda exista um confronto direto entre atleticanos e são-paulinos no próximo dia 16 de dezembro, no Morumbi.

A FICHA DO JOGO

SÃO PAULO
Tiago Volpi, Juanfran, Bruno Alves, Arboleda e Reinaldo; Luan, Gabriel Sara, Tchê Tchê (Vitor Bueno ou Hernanes) e Igor Gomes; Luciano e Brenner. Técnico: Fernando Diniz

BOTAFOGO
Diego Cavalieri; Marcinho, Marcelo Benevenuto, Kanu e Rafael Forster; José Welison, Caio Alexandre e Bruno Nazário; Lucas Campos, Kalou e Pedro Raul. Técnico: Eduardo Barroca

DATA: 9 de dezembro de 2020
HORÁRIO: 21h30
ESTÁDIO: Morumbi
CIDADE: São Paulo
MOTIVO: Jogo adiado da 18ª rodada da Série A do Campeonato Brasileiro
ARBITRAGEM: Ricardo Marques Ribeiro, auxiliado por Guilherme Dias Camilo e Marcus Vinícius Gomes, todos de Minas Gerais
VAR: Wagner Reway (PB)
TRANSMISSÃO: Globo e Premiere