A temporada 2020 tem sido de altos e baixos para o meia/volante Nathan. Um dos homens de confiança do técnico Jorge Sampaoli, o jogador teve os direitos econômicos comprados pelo clube junto ao Chelsea, da Inglaterra, e, no retorno do futebol durante a pandemia, chegou a ser a principal peça da equipe alvinegra. Contudo, após uma lesão, o bom futebol não apareceu.

Apesar de recuperado da lesão muscular, Nathan admitiu durante a entrevista remota, concedida nesta sexta-feira (4), que o retorno foi antecipado e a confiança ainda não foi 100% retomada.

"Sofri a lesão e voltei mais rápido do que se esperava. A previsão era de ficar parado por dois meses e voltei em menos de um. Joguei com dor e edema, tratava dia e noite. Sou um cara que me cobro muito e acredito que vou superar este momento. Foi uma lesão complicada, de grau 3, quase 4. Não me arrependo de ter voltado antes da hora, mesmo sentindo dor. Tenho orgulho do esforço que fiz. Estou melhor e perto dos 100%", destacou o meio-campista que já fez 67 jogos pelo Atlético e anotou 11 gols.

"Senti a lesão em um chute e ainda falta confiança em alguns momentos, mas isso a gente recupera aos poucos. Não vai demorar para voltar a fazer gols e dar assistências novamente", acrescentou.

No domingo (6), Nathan será uma das importantes opções de Sampaoli para o duelo contra o Internacional, marcado para às 18h15 no Mineirão. A partida será válida pela 24ª rodada do Campeonato Brasileiro e vencer é obrigação para o Galo, para não complicar a corrida pelo título da Série A do Campeonato Brasileiro.