O Cruzeiro era bicampeão da Copa do Brasil em sequência, com os títulos de 2017 e 2018, e buscava também o bicampeonato estadual. E a decisão era carregada de rivalidade, por causa do centroavante Fred, que tinha trocado de lado em 2017, provocando uma grande batalha judicial, por causa de uma multa de R$ 10 milhões na rescisão com o Atlético, caso fosse para o Cruzeiro.

E Fred foi o personagem da conquista do título. Depois de vencer por 2 a 1, no Mineirão, o time de Mano Menezes jogava por um empate a volta, no Independência.
Saiu perdendo por 1 a 0, mas chegou ao 1 a 1 justamente com um gol de Fred, cobrando pênalti, já na reta final do jogo.

Logo depois, várias denúncias de irregularidades contra a gestão de Wagner Pires de Sá no Cruzeiro foram divulgadas. Sua diretoria caiu, o Cruzeiro também, para a Série B do Brasileirão.

Fred Cruzeiro Atlétco 2019

Fred foi o personagem da decisão do Campeonato Mineiro de 2019, quando o Cruzeiro conquistou a taça com um gol dele, de pênalti, no Independência

O Campeonato Mineiro de 2019 foi a última taça levantada pela Raposa, que vive a maior crise da sua história. Tudo o que o torcedor espera é que o título mineiro de 2019, que teve um gostinho especial, não seja por muito tempo a última conquista azul.

A FICHA DO JOGO

ATLÉTICO 1
Victror; Guga, Leonardo Silva, Igor Rabello e Fábio Santos; Zé Welison (Alerrandro) e Elias; Geuvânio (Maicon), Luan (Vinícius Goes) e Chará; Ricardo Oliveira. Técnico: Rodrigo Santana

CRUZEIRO 1
Fábio; Edílson, Léo, Dedé  e Dodô; Henrique e Lucas Romero (Thiago Neves); Robinho, Rodriguinho (Lucas Silva) e Marquinhos Gabriel (Pedro Rocha); Fred. Técnico: Mano Menezes

DATA: 19 de abril de 2019
MOTIVO: Segunda partida da decisão do Campeonato Mineiro de 2019
LOCAL: Independência
GOLS: Elias, aos 29 minutos do primeiro tempo; Fred, aos 28 minutos do segundo tempo
ARBITRAGEM: Leandro Bizzio Marinho (SP), auxiliado por Rafael da Silva Alves (RS) e Elio Nepomuceno Andrade Júnior (RS)
VAR: Leandro Pedro Vuaden (RS)
CARTÃO AMARELO: Victor, Geuvânio, Luan e Ricardo Oliveira (Atlético); Fábio, Edílson, Thiago Neves e Fred (Cruzeiro)
PÚBLICO: 21.862
RENDA: R$ 1.208.69,00