O Cruzeiro deu início nesta quarta-feira (2) a um processo de julgamento de 29 conselheiros que haviam sido retirados dos quadros da Raposa, mas que se mantêm ativos, em função de decisões judiciais. (Confira a lista mais abaixo)

Primeiramente, o clube fará a reintegração desses conselheiros para que, em seguida, sejam “submetidos ao Conselho de Ética e Disciplina recém-nomeado, para que este promova o julgamento, cumprindo-se o processo legal, com o objetivo de se evitar futuros questionamentos judiciais do andamento e da expulsão de qualquer conselheiro”, como destaca parte da nota divulgada pelos celestes.

A continuidade do processo passa pela nomeação dos integrantes da Comissão de Ética e Disciplina do Conselho Deliberativo.

Os indicados para comporem a comissão são os conselheiros natos José Eustáquio Lucas Pereira, Daniel Simões de Carvalho, José Veloso Medrado, Aloísio Marcos Vasconcelos Novais e Paulo Roberto Sifuentes Costa, além dos suplentes.

Sifuentes Costa, diga-se de passagem, foi vice de Giovanni Baroni na chapa "Renovação e Transparência", derrotada na eleição do Conselho Deliberativo, na última segunda-feira (2).

Cruzeiro

Confira a nota oficial divulgada pelo Cruzeiro

“Em um ato conjunto da Diretoria Executiva e do Conselho Deliberativo, o Cruzeiro Esporte Clube deu início, nesta quarta-feira (2 de dezembro), ao processo para novo julgamento dos 29 conselheiros que haviam sido retirados dos quadros do Clube, mas que, no momento, se mantêm ativos graças a decisões judiciais.

As liminares foram concedidas no mês de maio deste ano, diante do reconhecimento de que o “ato decisório sobre a perda dos mandatos foi praticado com a usurpação da competência do próprio Conselho Deliberativo”.

Agora, o Clube quer instaurar o procedimento de maneira correta e sem brechas, para que o processo de exclusão tenha prosseguimento e seja definitivamente julgado.

Um dos passos para a continuidade do processo passa pela nomeação dos integrantes da Comissão de Ética e Disciplina do Conselho Deliberativo.

Os indicados para formarem a comissão, na qualidade de efetivos, foram os conselheiros natos José Eustáquio Lucas Pereira, Daniel Simões de Carvalho, José Veloso Medrado, Aloísio Marcos Vasconcelos Novais, Paulo Roberto Sifuentes Costa, além dos suplentes.

As indicações agora passarão por um período de apreciação do Conselho Deliberativo. Entre meia-noite do dia 3/12 e meia-noite do dia 5/12, os conselheiros que possuírem posição contrária aos nomes indicados deverão se manifestar pelo e-mail comissaoeticadisciplina@cruzeiro.com.br. As manifestações devem ser feitas impreterivelmente via e-mail e dentro deste período estabelecido de 48 horas.

Após nomeada a Comissão de Ética e Disciplina, será necessário o conhecimento e instrução de cada processo.

O primeiro passo será a reintegração dos 29 conselheiros, conforme indicado nas liminares, para que, ato contínuo, sejam submetidos ao Conselho de Ética e Disciplina recém-nomeado, para que este promova o julgamento, cumprindo-se o processo legal, com o objetivo de se evitar futuros questionamentos judiciais do andamento e da expulsão de qualquer conselheiro.”

Confira a lista dos 29 conselheiros a serem julgados

Angelo Augusto Viana

Alexandre Francisco Lemos

Alonso Miranda da Silva

Angelo Cattabriga

Carlos Alberto Monteiro de Oliveira

Edson Nego Brandão

Eliezer de Souza Matos

Fernando José de Souza

Fernando Ribeiro de Morais

Geraldo Parreiras Miranda

Gislene Batista de Oliveira

Gustavo Henrique Perrella

Hudson Barbosa de Moura

Jairo Venancio de Brito

João José de Adballa de Brito

Jorge Washington Ferreira

José Maria de Paula

Luiz Claudio de F. Rocha

Marco Túlio Martins

Maurício Cattabriga

Older Bastos Milhorato

Paulo Henrique de Mello Peluso

Paulo Roberto Lopes Soares

Roberto Márcio de Freitas Richa

Ronaldo de Assis Carvalho

Sérgio Nonato dos Reis

Vitorio Galinari

William Batista Peixoto

Wilmer Zaratini Mendes