A Copa Sul-Minas de 2001 é o único título conquistado por Luiz Felipe Scolari na sua primeira passagem pelo Cruzeiro, que durou menos de um ano. E a taça foi garantida de forma invicta.

Antes de encarar o Coritiba na decisão, a Raposa teve o rival Atlético como adversário nas semifinais. O empate por 1 a 1 no primeiro jogo, disputado no Ipatingão, deixou em aberto a vaga mineira na decisão.

E o Cruzeiro conquistou com folga o direito de encarar o Coxa vencendo por 3 a 1, no Mineirão, em 10 de março, um confronto em que poderia ter goleado, pois foi muito superior em campo e criou outras boas chances de marcar.

Apesar de decidir precisando de dois empates para ser campeão, o Coritiba não tinha o direito de fazer a segunda partida em casa.

E no primeiro jogo, em 17 de março, no Couto Pereira, a Raposa já encaminhou a conquista fazendo 2 a 0, gols de Jackson e Oséas.

Quatro dias depois, no Mineirão, a goleada por 3 a 0 assegurou a conquista que foi alcançada de forma invicta.

Cruzeiro Coritiba Copa Sul-Minas 2001

O Cruzeiro ganhou a Copa Sul-Minas de 2001 goleando o Coritiba por 3 a 0, no Mineirão

Na Copa Sul-Minas de 2001, o Cruzeiro disputou dez partidas. Foram seis vitórias e quatro empates.

Foi o primeiro título do clube neste século, e praticamente uma despedida de Felipão, que logo depois assumiu a Seleção.

A FICHA DO JOGO

CRUZEIRO 3
Bosco; Cléber Monteiro, Luisão, Cris e Sorín; Marcus Vinícius, Ricadrinho, Jackson e Jorge Wagner (Marcos Paulo); Geovanni (Sérgio Manoel) e Oséas (Marcelo Ramos). Técnico: Luiz Felipe Scolari

CORITIBA 0
Nei; Patrício, Edinho Baiano, Picoli (Gélson) e Vítor (Felipe Alvim); Reginaldo Nascimento, Ataliba, Willians e Mabília; Da Silva (Allan) e Marquinhos. Técnico: Ivo Wortmann

DATA: 21 de março de 2001
ESTÁDIO: Mineirão
CIDADE: Belo Horizonte
MOTIVO: Jogo de volta da decisão da Copa Sul-Minas
GOLS: Jorge Wagner, aos 5, Geovanni, aos 33, e Marcelo Ramos, aos 39 minutos do segundo tempo
ARBITRAGEM: Antônio Pereira da Silva (GO), auxiliado por Jorge Gomes (DF) e Flávio Kanitz (GO)
CARTÃO AMARELO: Sorín e Luisão (Cruzeiro); Pícoli, Marquinhos, Felipe Alvim e Gélson (Coritiba)
PÚBLICO: 34.357
RENDA: R$ 345.121,00