Uma das peças de confiança do técnico Jorge Sampaoli, o equatoriano Alan Franco seguirá como desfalque do Atlético na partida desta quarta-feira (25), contra o Botafogo. Assim como o comandante argentino, o meio-campista foi diagnosticado com a Covid-19 e, mesmo assintomático, segue "preso" no país de origem.

Servindo a seleção nas Eliminatórias, Franco está há 10 dias em isolamento e tomando os devidos cuidados para superar a doença, seguindo o protocolo do Equador. Pela regra da CBF, ele poderia encarar o time carioca na partida da 23ª rodada do Campeonato Brasileiro, caso não apresentasse sintomas. Contudo, o clube deverá aguardar até o 14ª dia de quarentena e aos resultado negativo de um novo teste para conseguir "repatriá-lo".

Leia mais:
Pedra no sapato do Atlético, Botafogo chega a BH no Z4 e em meio a maior crise de sua história
Savarino treina com o grupo, inchaço na coxa diminui, e Zago deve tê-lo para encarar o Botafogo

Contratado nesta temporada junto ao Independiente Del Valle, Alan Franco já realizou 21 partidas pelo clube brasileiro e anotou 3 gols. Antes de chegar ao Galo, inclusive, ele perdeu o pai, vítima do coronavírus.