O América está a um empate de conquistar a inédita vaga para a semifinal da Copa do Brasil. Após vencer o Internacional no jogo de ida, por 1 a 0, o Coelho se garante entre os quatro melhores do torneio se não levar gols no duelo desta quarta-feira (18), às 21h30, no Independência.

Para avançar no torneio, o alviverde vai encarar um adversário que vive um momento complicado. De lesões à troca repentina no comando técnico, o Inter busca forças para se manter vivo nas competições que disputa.

Saí Coudet, entra Abel

Há uma semana, o técnico argentino Eduardo Coudet surpreendeu ao anunciar sua saída do Colorado. Então líder do Brasileirão, e classificado para as quartas de final da Copa do Brasil e para as oitavas da Libertadores, o comandante decidiu aceitar a proposta do Celta de Vigo, da Espanha.

No dia seguinte, a diretoria do Inter anunciou a chegada de Abel Braga, campeão Mundial com o clube em 2006.

Identificado com o Colorado, Abel vem tendo um início difícil. Depois de perder para o América na última quarta, o treinador viu o time gaúcho cair para o Santos por 2 a 0, pelo Brasileiro, e perder a liderança do torneio para o Atlético.

Desfalques

Além da parte emocional dos jogadores, Abel tem o desafio de lidar com os vários desfalques que o time terá para os próximos jogos. Após ser substituído ainda no primeiro tempo no jogo de ida com o Coelho, o volante Patrick teve constatado um edema na coxa direita.

Para completar, o jogador, assim como o colega de posição, e possível substituto, Nonato, testou positivo para a Covid-19 no final da semana passada. Ambos estão vetados.

Com uma pancada no joelho direito sofrida contra o Peixe, o meio-campista Edenílson corre para se recuperar a tempo do jogo de quarta.

Recentemente, o meia-atacante Boschillia sofreu grave lesão no joelho direito e só vai voltar a atuar no ano que vem, assim como o lateral-direito Saravia e o atacante Guerreiro, que tiveram problema similar há mais tempo.

Momento ruim

Antes mesmo da saída de Coudet, o Inter já apresentava uma oscilação nos últimos jogos, panorama se manteve com a troca no comando técnico.

Dos últimos cinco jogos (três com o treinador argentino), o Colorado venceu apenas um, contra o Atlético-GO, por 2 a 1, no Beira-Rio, no segundo jogo das oitavas de final da Copa do Brasil.

Além do revés para o Coelho no torneio de mata-mata, a equipe gaúcha vem de um empate com o Coritiba, em casa, e derrotas para Corinthians e Santos, como visitante, pelo Brasileiro.