A goleada por 4 a 0 sobre o Flamengo, no último domingo (8), não apenas encerrou o jejum de quatro jogos sem vitória do Atlético no Brasileiro, o que o recolocou na vice-liderança do torneio, mas também marcou a melhor atuação de Eduardo Sasha com a camisa alvinegra.

Autor do terceiro gol do Galo, e com participação direta no primeiro - que acabou sendo creditado como gol contra do zagueiro Gustavo Henrique -, Sasha desencantou em um momento em que acaba de ganhar um concorrente de peso por uma luta no time titular.

Oficializado pelo Atlético nesta segunda, o chileno Eduardo Vargas, de 30 anos, chega credenciado pelo grande apreço que o técnico Jorge Sampaoli tem pelo seu futebol.

Sob o comando de Sampaoli, o atacante teve momentos de grande destaque na seleção chilena, conquistando o título e a artilharia da Copa América de 2015. No ano seguinte, já sem o argentino no banco de reservas, o jogador repetiu a dobradinha na Copa América Centenário, nos Estados Unidos.

Em 2014, a dupla já tinha feito uma boa Copa do Mundo no Brasil, sendo eliminada nas oitavas de final apenas nos pênaltis.

"Falei com ele (Sampaoli). Ele me motivou muito na conversa que tivemos. Estou muito contente por estar aqui com ele e vou dar o melhor de mim", afirmou Vargas, em entrevista ao site oficial do Atlético.

Concorrência

Mesmo sem ter as características clássicas de um centroavante, Sasha vem sendo usado por Sampaoli - desde os tempos de Santos -, como figura de referência do ataque.

A versatilidade em campo, exemplificada pela função tática desempenhada pelo atacante, agrada o treinador argentino.

Entretanto, apesar de muitas vezes criar o espaço para que outros jogadores apareçam dentro da área para finalizar, a baixa média de gols ( 4 em 18 jogos), gera críticas de parte da torcida.

Mesmo sem também ter características físicas de um "homem de área", Vargas se classifica como um autêntico centroavante, mas, assim como Sasha, destaca sua mobilidade em campo.

"Sou um nove clássico. Às vezes, baixo um pouco para o meio-campo para buscar a bola, mas sempre estou ali na área para tentar fazer gols", completou o chileno.

Já em campo

Finalizado todos os trâmites burocráticos, Eduardo Vargas já foi a campo na manhã desta segunda, na Cidade do Galo.

O atacante participou dos trabalhos do restante do grupo, que se reapresentou após a goleada sobre o Flamengo.

A expectativa agora ficar por conta da publicação do nome do chileno no Boletim Informativo Diário da CBF (BID), para que o jogador possa estar apto a estrear pelo Galo diante do Corinthians, no próximo sábado, às 19h, na Neo Química Arena, pela 21ª rodada do Brasileirão.

Com a ausência de Savarino, que está servindo à seleção da Venezuela, a expectativa, inclusive, é de que Vargas possa iniciar jogando diante do Timão, formando o trio de ataque ao lado de Keno e do próprio Sasha.