A crise cruzeirense já virou novela, pois os capítulos são diários. E nesta terça-feira (27) o que agita os bastidores celestes são os áudios entre o presidente do Conselho Deliberativo do clube, Paulo César Pedrosa, e Fubá, integrante da Máfia Azul.

Nas respostas de Pedrosa fica evidente a falta de sintonia entre a direção executiva, comandada por Sérgio Santos Rodrigues, e o Conselho Deliberativo, pois em determinado momento, o presidente do órgão afirma que o mandatário maior do clube não liga para a torcida e está alinhado a uma organizada.

Paulo César Pedrosa presidente Conselho Deliberativo CruzeiroPaulo César Pedrosa acusou Sérgio Rodrigues de não ligar para a torcida, de ter interesse na eleição dos 70 conselheiros natos e criticou a gestão do futebol cruzeirense

“O que eu fiz de errado? Ao contrário. Quem é contra a torcida, que não está nem aí para a torcida, é o presidente Sérgio Santos Rodrigues. As torcidas organizadas estão comigo, com exceção do Pavilhão (Independente) que é ligada ao Sérgio”, afirma o presidente do Conselho cruzeirense.

Paulo César Pedrosa virou personagem da crise cruzeirense ainda durante o mandato de Wagner Pires de Sá. Após a renúncia de todo o Conselho Fiscal, que afirmava não ter suas demandas atendidas pela diretoria do clube, ele ganhou a eleição para presidir o órgão que tem como tarefa fiscalizar a gestão.

Ele foi apoiado abertamente por Wagner Pires de Sá e logo depois deu declarações de que não tinha encontrado irregularidades nas contas do clube.

Natos

As posições divergentes entre os presidentes do Conselho e do Cruzeiro não se resumem à torcida. Pedrosa, que cancelou a polêmica eleição de 70 conselheiros natos, marcada para o próximo dia 5 de novembro, após forte pressão de torcedores nas redes sociais, afirmou na conversa com Fubá que Sérgio Rodrigues teria interesse no processo.

“Estão querendo que eleição para nato seja cancelada. Não está se criando vaga não. É preencher 70 vagas de conselheiros que faleceram. Há oito anos não tem eleição. O Sérgio Rodrigues não quer eleição porque quer colocar a turma dele. Eu não tenho ninguém para colocar. Vão entrar os mais antigos, obedecendo a lei, o Estatuto”, afirmou Pedrosa, que ainda na conversa com Fubá criticou a gestão do futebol cruzeirense.

Na semana passada, Sérgio Santos Rodrigues se posicionou contrário à eleição dos 70 natos por nota oficial.

“A torcida tem de cobrar o futebol, que está uma bosta. Diretoria de futebol. Vamos ver com o Felipão agora, né? Não perdemos nenhuma e vamos ganhar do Paraná”, analisou o presidente do Conselho Deliberativo cruzeirense.

Paulo César Pedrosa foi procurado pela reportagem, mas não se manifestou até a publicação. Por meio da assessoria de imprensa do clube, Sérgio Santos Rodrigues disse que não vai se manifestar sobre os áudios vazados.