Alívio. Com uma atuação consistente, o Cruzeiro venceu a Ponte Preta por 3 a 0 no Mineirão, na noite desta quarta-feira (30), e deixou a zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro da Série B.

Os gols da Raposa foram marcados por Filipe Machado, em bela cobrança de falta, Arthur Caíke e Manoel.  

Mais do que o triunfo, que pode dar novo fôlego para a Raposa na competição, a atuação da equipe celeste no Gigante da Pampulha dá esperanças ao torcedor estrelado de dias melhores no campeonato.

O setor de criação, ponto negativo do time comandado pelo técnico Ney Franco nos últimos jogos, funcionou melhor no duelo com a Macaca.

As entradas de Régis e Sassá - que reestreou pelo Cruzeiro - deram nova dinâmica ao ataque celeste.

Airton e Arthur Caíke também cresceram de rendimento e ajudaram a equipe a criar uma série de oportunidades de gol.

Além de acertar a trave duas vezes, o time celeste só não aplicou uma goleada porque o goleiro Ivan estava em noite inspirada, fazendo pelo menos quatro grandes intervenções na partida.

Outros que mereceram destaque foram o lateral-esquerdo Matheus Pereira, autor da assistência para Arthur Caíke, e Manoel, que além da segurança defensiva, também balançou as redes da Ponte.

Situação na tabela

Com a vitória sobre time campineiro, o Cruzeiro chegou aos 11 pontos, subiu duas posições e agora é o 15º na tabela de classificação.

A Ponte Preta, que poderia assumir a vice-liderança em caso de vitória no Mineirão, permanece com 21 pontos na terceira posição.

O time celeste volta a campo no próximo sábado, quando vai enfrentar o Cuiabá, líder do campeonato, às 22h, na Arena Pantanal, pela 13ª rodada da Série B.

No mesmo dia, a Ponte recebe o Juventude, às 19h, no estádio Moisés Lucarelli, em Campinas.

A FICHA DO JOGO

CRUZEIRO 3 X 0 PONTE PRETA

CRUZEIRO
Fábio; Daniel Guedes, Manoel, Ramón e Matheus Pereira; Henrique (Rafael Luiz) e Filipe Machado (Jadsom); Airton (Caio Rosa), Régis e Arthur Caíke (Maurício); Sassá (Marcelo Moreno). Técnico: Ney Franco.

PONTE PRETA
Ivan; Dawhan, Luisão, Welington Carvalho (Alisson) e Ernandes (Guilherme Pato), Luís Oyama, Neto Moura, Luan Dias (Guilherme Lazaroni) e João Paulo, Mateus Peixoto (Moisés) e Bruno Rodrigues. Técnico: João Brigatti.

DATA: 30 de setembro de 2020
ESTÁDIO: Mineirão
CIDADE: Belo Horizonte
MOTIVO: 12ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro
ARBITRAGEM:  Francisco Carlos do Nascimento, auxiliado por Pedro Jorge Santos de Araújo e Wagner José da Silva, todos de Alagoas.

GOLS: Filipe Machado, aos 13 minutos e Arthur Caíke, aos 30 minutos do primeiro tempo; Manoel, aos 32 minutos do segundo tempo

CARTÕES AMARELOS: Airton (Cruzeiro); João Paulo (Ponte Preta)