Em má fase no Campeonato Brasileiro da Série B, o Cruzeiro ganhou mais três desfalques para o duelo com a Ponte Preta, nesta quarta-feira (30), às 19h15, pela 13ª rodada do torneio.

Na tarde desta terça, o clube estrelado divulgou três atualizações do departamento médico.

Cotado para iniciar jogando diante da Macaca, o meia-atacante Marquinhos Gabriel sofreu uma torção no tornozelo esquerdo e está fora dos próximos jogos da equipe celeste. De acordo com a Raposa, a expectativa é de que o jogador volte aos treinamentos dentro de três semanas.

Já o zagueiro Léo, que ficou de fora da derrota por 1 a 0 para o Avaí, na última sexta, segue em recuperação de um edema ósseo no joelho direito.

Por fim, o jovem zagueiro Paulo foi diagnosticado com a Covid-19 no teste realizado antes do jogo desta quarta. Segundo o Cruzeiro, o defensor já está em isolamento.

Além das ausências por ordem médica, o técnico Ney Franco não vai poder contar com o zagueiro Cacá e o volante Ariel Cabral, que cumprem suspensão por terem recebido o terceiro cartão amarelo.

O volante Jean, com edema ósseo o joelho esquerdo, e o meia Marco Antônio, em processo de fortalecimento e equilíbrio muscular, já estavam entregues ao departamento médico do clube desde a semana passada.

O time

Na defesa, Manoel, Ramon e Marllon disputam duas vagas.

Já no meio-campo, a briga fica entre Machado, Jadsom, Henrique e Adriano para compor a dupla de volantes contra o time paulista.

No ataque, Sassá e Zé Eduardo, reintegrados nos últimos dias ao elenco, estão a disposição do comandante celeste e podem reforçar a Raposa no duelo que vale a saída da zona de rebaixamento da Série B.

O provável Cruzeiro para enfrentar a Ponte deve ter: Fábio; Daniel Guedes (Rafael), Manoel, Ramon (Marllon) e Matheus Pereira; Filipe Machado e Jadsom (Henrique); Régis (Maurício), Arthur Caíke e Airton; Marcelo Moreno.

Com 8 pontos, na 17ª colocação, a Raposa busca um triunfo no Gigante da Pampulha e torce pelo tropeço de pelo menos um dos concorrentes contra o rebaixamento (Guarani, Figueirense, CSA e Confiança, para deixar o Z-4 ao final da rodada.