Em seu terceiro jogo à frente do Cruzeiro, o técnico Ney Franco viu a equipe novamente apresentar um desempenho ruim e somar a segunda derrota consecutiva no Campeonato Brasileiro da Série B.

Na noite dessa sexta, a Raposa perdeu por 1 a 0 para o Avaí, no Mineirão, e pode terminar a 11ª rodada do torneio dentro da zona de rebaixamento.

Após o duelo, o comandante celeste colocou a ineficiência do times estrelado na criação de jogadas como fator principal para o revés no Gigante da Pampulha.

"Hoje a gente tentou entrar por diversas vezes na área do adversário, em alguns momentos pelo centro, estava muito congestionado, a gente conseguia girar e nos cruzamentos, a equipe adversária ganhou todas essas bolas de cabeça. Então na realidade foi um jogo de incompetência ofensiva, quando eu falo esse termo não está incluído apenas aos atacantes da equipe, mas a equipe como todo", afirmou Ney Franco, em entrevista coletiva.

Treinamentos

Questionado sobre o desempenho dos jogadores nas atividades na Toca da Raposa II, o treinador da Raposa afirmou que o grupo vem respondendo bem, mas que não consegue refletir nos jogos aquilo que vem sendo trabalhado.

“Estão treinando bem. Estamos criando condições de posicionamento ofensivo. Os gols têm saído nos treinamentos. Os treinamentos têm sido bons. Nos treinamentos, os jogadores têm demonstrado qualidade técnica. O que está acontecendo é que, quando vem para os jogos, a gente não consegue transferir o poderio ofensivo dos treinamentos", completou o técnico.

Muito pressionado, o Cruzeiro volta a campo na próxima quarta-feira (30), para enfrentar a Ponte Preta, às 19h15, novamente no Mineirão.

Antes, a Raposa torce pelos tropeços de Guarani, CSA e Oeste, que jogam neste sábado, para não entrar na zona de rebaixamento para a Série C.