Anunciado, na última sexta-feira (10), como reforço do Cruzeiro para a sequência da temporada, o meia Claudinho se emocionou ao falar sobre a chegada à Toca da Raposa II. Logo após ter sido confirmado pelo presidente da Raposa, Sérgio Santos Rodrigues, como novo jogador do clube, o jovem de apenas 20 anos utilizou as redes sociais para comentar a chegada ao time celeste.

Em tom emotivo, o meia, que atuou anteriormente por Noroeste-SP e Ferroviária-SP, citou dificuldades que atravessou até dar esse salto na carreira e comemorou a oportunidade poder atuar com a camisa estrelada.

Histórico

Destaque da Ferroviária-SP na Copa São Paulo de Futebol Júnior desse ano, Claudinho chamou a atenção do Cruzeiro, que desembolsou R$2 milhões para adquirir 70% dos direitos econômicos do jogador junto ao time paulista. O contrato do jogador com a Raposa vai até julho de 2025.

Após o bom desempenho na Copinha, o jogador foi alçado ao time principal da Ferroviária e participou de 12 partidas na temporada, sendo nove pelo Campeonato Paulista e três pela Copa do Brasil. Foram dois gols marcados no mata-mata, na goleada por 6 a 2 sobre o Águia Negra-MS, pela segunda fase da competição.

O meia é a quarta contratação do Cruzeiro desde a chegada do técnico Enderson Moreira, em março. Além de Claudinho, a Raposa já acertou com o lateral-direito Raúl Cáceres, com o meia Régis e o atacante Guilherme Mendes.

Mineiro

Claudinho agora vai trabalhar para ficar à disposição do técnico para a retomada do Campeonato Mineiro. A Raposa vai voltar a campo no dia 26 de julho para a enfrentar a URT, pela 10ª rodada do Campeonato Mineiro. O local e o horário da ainda não foram definidos. 

Na quinta colocação da tabela, com 14 pontos, o time celeste precisa vencer para tentar entrar no grupo dos quatro primeiros que avançam às semifinais do torneio. Com 17 pontos, a Caldense fecha o G-4 neste momento.

Com pouquíssimas chances de classificação, a URT é a oitava colocada, com 11 pontos. Como está livre do rebaixamento, a equipe de Patos de Minas luta para se garantir entre a 5ª e a 8ª colocação, que o garantiria na disputa do Troféu Inconfidência.