Aprender, evoluir e cavar um espaço entre os 'medalhões'. É assim que o zagueiro Gustavo Henrique, de 20 anos, tem encarado a oportunidade de figurar na equipe principal do Atlético neste período de preparação na Cidade do Galo.

Aos 20 anos, o jogador tem agradado bastante o técnico Jorge Sampaoli, mas dificilmente fará sua estreia no profissional em 2020. O motivo? A concorrência. Na frente de Gustavo, jogadores consagrados levam vantagem na busca pela titularidade. Para se ter ideia, na posição, o comandante conta também com Réver, Gabriel, Igor Rabello, Bueno e Junior Alonso.

Apesar disso, Gustavo segue confiante e empolgado com a "chance de ouro" que está tendo na carreira.
"Todo dia para mim é uma conquista, estar ao lado destes caras. Aprendi várias coisas, principalmente dentro de campo, com esta metodologia do Sampaoli. Para a minha carreira, isso está sendo importante. São experiências novas. É um sonho que está sendo realizado", afirma o zagueiro.

"Estou dando o máximo de mim, para evoluir e buscar o meu espaço na equipe. Espero dar muita alegria para a Massa Atleticana. O Atlético é isso. É sangue na veia", finaliza.