O mês de julho começou com atividades voltadas para o aprimoramento dos toques rápidos e nas movimentações do time do América, que aguarda a volta das competições, ainda sem data definida. Tudo devido à pandemia do novo coronavírus.

Como de costume, desde a chegada de Lisca ao Coelho, o treino começou sob os olhares atentos do Núcleo de Performance do Clube. Os atletas realizaram alguns alongamentos e exercícios para prevenirem lesões. Depois, houve uma rápida ativação. Paralelamente, Silvio Jardim, preparador de goleiros, trabalhava com os arqueiros americanos.

Na primeira atividade com bola, os atletas, que foram divididos em dois grupos, tinham de dar passes, tabelar e movimentar. Depois, em campo reduzido, os jogadores tinham de trocar passes e manter a posse de bola, em um espaço muito curto, enquanto outro grupo de atletas tentavam recuperar.

Por fim, o comandante realizou um treino tático em campo reduzido, com o objetivo de criar chances para fazer gol. Porém, em determinados locais do campo, o número de toques na bola eram limitados. O Coelho volta a treinar nesta quinta-feira (2).

*Com Site do América