Se até a paralisação do calendário do futebol brasileiro, o Cruzeiro acumulava fracassos, como a quinta colocação ao fim de nove rodadas da primeira fase do Mineiro e a derrota por 2 a 0 para o CRB na ida da terceira fase da Copa do Brasil, um cenário totalmente diferente está por vir. Pelo menos, é o que garante o técnico Enderson Moreira.

Em entrevista à Rádio Itatiaia, na tarde deste domingo (14), o treinador celeste afirmou que a Raposa será protagonista na Série B do Campeonato Brasileiro.

“É uma exigência para o Cruzeiro ter esse controle (de jogo). Não se pode jogar por uma bola numa Série B. O Cruzeiro tem o protagonismo, tem que buscar isso”, comentou.

Segundo Enderson, o grande desafio da equipe nesse sentido é conseguir “quebrar as linhas defensivas dos adversários” jogo a jogo. E, a partir daí, evoluir. “Vai ser comum enfrentarmos equipes bem montadas atrás. E precisamos desestabilizar esses sistemas defensivos. É fundamental não dar contra-ataques aos adversários. É ter equilíbrio. É dessa forma que idealizo o Cruzeiro”, disse.

Por outro lado, ele confessa que o elenco ainda não está totalmente pronto para a Série B, já que ainda há necessidade de reforçar a Raposa.

“Temos uma espinha dorsal de atletas de muita qualidade técnica, tática e emocional. Eles vão servir de sustentação para nossa equipe. E temos algumas posições carentes. Não podemos ser irresponsáveis neste momento, pois passamos por uma grande crise. Precisamos ir atrás de bons atletas que possam nos dar uma resposta positiva no momento sem onerar o clube”, destacou.