A terça-feira é especial para os jornalistas. Neste 7 de abril, é comemorado o dia daqueles que têm como missão levar a informação aos espectadores e/ou leitores, ouvintes. Na homenagem aos profissionais, o Atlético aproveitou para dar uma cutucada no rival Cruzeiro.

Na postagem de felicitação, o alvinegro inseriu a imagem de um jornal noticiando a maior goleada do clássico contra a Raposa, quando o clube ainda se chamava Palestra Itália. O tão falado 9 a 2, que inclusive consta no Almanaque celeste, aconteceu em novembro de 1927. O duelo, válido pelo Campeonato da Cidade - torneio que contava com 11 equipes -, foi disputado no sistema de pontos corridos, em duas fases.

Cabe lembrar que, naquela época, o futebol mineiro ainda era amador. A profissionalização veio três temporadas depois. Na maior goleada sobre o rival, o Atlético entrou em campo com Oswaldo "Perigoso", Hugo, Chiquinho, Brant, Franco, Ivo, Said, Jairo, Getulinho, Mário de Castro "Orion" e Getúlio. O Palestra, hoje Cruzeiro, tinha Geraldo, Porfírio, Rizzo, Para-Raio, Nininho, Osti, Nani, Bengala, Piorra, Ninão e Armandinho.

Curiosamente, as partidas da competição tinham dois tempos de 40 minutos, e não os tradicionais 45 de hoje em dia. Os gols do Galo foram marcados por Getúlio, Mário de Castro (2), Said (3) e Jairo (3). Ninão, com dois tentos, descontou para a Raposa.