A Sul-Americana não faz mais parte da realidade do Atlético, mas aquela eliminação para o Unión de Santa Fé ainda serve de lição, principalmente para esta Quarta-Feira de Cinzas. A partir das 21h30, o alvinegro vai encarar mais uma partida de caráter decisivo, desta vez pela segunda fase da Copa do Brasil, contra o Afogados da Ingazeira, no Vianão, em jogo único que vale vaga na próxima fase do torneio.

Diferentemente da estreia na competição, quando segurou o 0 a 0 com o Campinense, em Campina Grande, o Galo não poderá se dar a luxo de jogar por um empate fora de casa.

Segundo o regulamento, nas partidas da segunda fase em que a igualdade prevalecer no tempo regulamentar, a vaga será definida na disputa de pênaltis. Casos de Botafogo, Ceará e CRB, que se classificaram ao superar, longe de seus domínios, Náutico, Oeste e Paysandu, respectivamente, nas cobranças de penalidades. 

Para evitar a ‘loteria’ dos pênaltis, o Atlético terá que vencer em um estádio aparentemente muito difícil de se jogar, como destaca Guga. Algo que, no entanto, não serve de desculpa, segundo o próprio lateral-direito.

Atlético

“A gente viu um jogo deles (Afogados) contra o Santa Cruz (2 a 0 para o Santinha) e percebemos as dificuldades no estádio de lá, grama muito alta, iluminação não muito boa... Mas se todo mundo estiver bem focado e ligado, essas pequenas coisas não farão diferença. Se não der na técnica, tem que ser na raça e no físico. Precisamos nos impor, pela grandeza do Atlético”, destacou o atleta.

Evolução

A desclassificação na Sul-Americana deixou como alento uma atuação de alto nível da equipe no primeiro tempo do triunfo por 2 a 0 em cima do Unión – com mais um gol, o alvinegro levaria a decisão da vaga para os pênaltis. O objetivo daqui para frente é, no mínimo, continuar com esse ímpeto, embora algumas peças ainda precisem se explicar dentro de campo.

“Buscávamos atuações de alto nível, como aconteceu no último jogo, mas infelizmente não invertemos o resultado. Agora o desafio é continuar com a evolução tática, física e mental da equipe. Encontramos um caminho e precisamos segui-lo, pois é o que vai nos levar a grandes conquistas neste ano”, comentou Guga.

AFOGADOS X ATLÉTICO
Motivo
: segunda fase da Copa do Brasil
Local: Estádio Vianão, em Afogados da Ingazeira (PE)
Horário: 21h30
Arbitragem: Sávio Pereira Sampaio, auxiliado por José Reinaldo Nascimento Junior e Lehi Sousa Silva, todos do Distrito Federal
Transmissão: Globo e SporTV

AFOGADOS
Wallef; Jader, Heverton, Márcio e Thalison; Douglas Bomba, Diego Teles, Candinho e Philip; Erivelton e Diego Ceará Técnico: Pedro Manta

ATLÉTICO
Michael; Guga, Igor Rabello, Gabriel e Arana; Jair, Allan, Nathan, Otero e Hyoran; Di Santo
Técnico: Rafael Dudamel