Atlético e Cruzeiro vão fazer o superclássico mineiro nas quartas de final da Copa do Brasil. Sorteio realizado, nessa segunda-feira (10), na sede da CBF, no Rio de Janeiro vai colocar os arquirrivais frente a frente nos dias 10 e 17 de julho.

O primeiro duelo vai ser realizado no Mineirão, com mando de campo da Raposa e o jogo de volta, no Independência, com o Galo como mandante.

Vai ser a segunda vez na história em que Atlético e Cruzeiro se enfrentam pelo torneio. O primeiro encontro foi na final da edição de 2014.

Na ocasião, o Galo venceu por 2 a 0 no Horto, por 1 a 0 no Gigante da Pampulha e se sagrou campeão.

Passados quatro ano e meio da decisão histórica, Atlético têm seis remanescentes dos duelos no elenco atual, e o Cruzeiro sete.

No Alvinegro, estavam presentes na conquista do inédito título os goleiros Victor e Uílson, os zagueiros Leonardo Silva e Réver, que deixou o time após a conquista, mas retornou à Cidade do Galo em 2019, o volante Lucas Cândido e o atacante Luan.

Cruzeiro

Já na equipe estrelada, faziam parte do time que conquistou o Bicampeonato do Brasileiro e o vice da Copa do Brasil os goleiros Fábio e o Rafael, os zagueiros Léo e Dedé, que não participou das finais em virtude de uma lesão, o lateral-esquerdo Egídio, que voltou ao Cruzeiro no ano passado e os volantes Henrique e Lucas Silva.

Lucas Silva, apesar de integrar o atual elenco de Mano Menezes, tem a presença incerta nos confrontos pela Copa do Brasil. Isso porque o contrato de empréstimo do volante com a Raposa se encerra no final desse mês, e ainda não há uma definição sobre a permanência do jogador na Toca da Raposa II. O vínculo de Lucas com o Real Madrid vai até o meio de 2020.