"Le rebota un huevo", "¡Bolita 'poray'!" e "Pecho frío" são expressões futebolísticas muito usadas na Colômbia, México e Argentina, respectivamente, assim como o "Frango" ou "Trivela" fazem parte do vocabulário dos apaixonados pelo esporte no Brasil. Com a aproximação da Copa América, que tem início na próxima sexta-feira (14), nada melhor que aprender um pouco sobre expressões do mundo do futebol em espanhol para não passar vergonha na frente dos oponentes latinos. 

Começando pelas expressões faladas na Argentina, país que já levou o título do torneio 14 vezes, ficando atrás somente do Uruguai, com 15. "Aguantar los trapos" é usada para falar sobre o encarregado da bandeira do time nas arquibancadas e proximidades do estádio, pessoa que deve inclusive confrontar torcedores do time adversário. Os hermanos também usam muito a expressão "Mandar al bombo", que é uma acusação ao árbitro da partida, utilizada quando se supõe que o time só perdeu por ser "roubado" pelo juiz. Por fim, outra fala tradicional entre os argentinos é "Pecho frio", usada para descrever o atleta que não joga com alma, que não dá raça pelo clube. 

Já na Colômbia, seleção que venceu a Copa América em apenas uma ocasião (2001), os torcedores e narradores esportivos costumam falar muito a frase "Le rebota un huevo", utilizada contra um jogador que não consegue controlar a bola depois de receber um passe, algo como a ausência de domínio de bola. Outra frase muito usada pelos colombianos é "Alargue a 11", que é quando a partida está empatada e há uma prorrogação. No país, eles também usam muito "Ir a los dijes", que significa cometer uma falta. 

Por fim, temos algumas frases muito usadas por amantes do futebol no México, país que nunca venceu a competição, mas que a disputa somente desde 1993. "¡Bolita 'poray'...!" é a expressão que eles usam para pedir a bola de volta após ela ser chutada para fora do campo. Outra frase muito usada pelos mexicados é "Hazla chiquitita", que é um grito de torcida para que um jogador faça uma "super jogada". 

Expressões brasileiras

Quem pensa que esse tipo de expressão específica do futebol só existe em outros países, o Brasil, que é o terceiro maior vencedor da competição, com oito títulos, também tem uma série de frases que, para quem veio acompanhar a seleção de seu país na Copa América, podem não fazer nenhum sentido. 

É o caso de "Levar um frango", quando o goleiro não defende uma bola fácil, e "Drible de vaca", que é quando o jogador toca a bola para um lado e passa pelo outro, confundindo o oponente. "Pedaladas" é outra expressão brasileira, com base na jogada que ficou famosa com o jogador Robinho, que é quando se passa as duas pernas sobre a bola alternadamente para enganar o adversário. 

Entre outras frases genuinamente do futebol brasileiro estão "Chutar de trivela", quando se usa o lado externo do pé para bater na bola e fazer com que ela faça uma curva no ar, e "Peixinho", que é quando o jogador se joga de cabeça, mergulhando no chão, para fazer o gol. 

A competição 

A Copa América é a competição de futebol mais antiga do mundo, já que a primeira edição, de forma experimental, foi realizada em 1910. Entretanto, a primeira edição oficial só foi acontecer em 1916. A edição de 2019 será no Brasil, acontecendo entre 14 de junho e 7 de julho. 

*Fonte: linguistas da Babbel

Leia mais:
Mulher que denunciou Neymar depõe em delegacia em São Paulo
Tite chama Willian, do Chelsea, para o lugar de Neymar na Seleção Brasileira
De olho na Copa América, Mineirão oferece curso de Espanhol para funcionários