O Atlético se prepara para enfrentar o CSA, neste domingo (2), às 19h, no Independência. Com apenas uma vitória no Campeonato Brasileiro, o time alagoano é considerado como um dos candidatos ao rebaixamento. Mas nem por isso o técnico interino do Atlético, Rodrigo Santana, quer baixar a guarda para o visitante.

“Favoritismo sim, mas oba-oba não podemos ter. É um adversário perigoso que empatou com o Palmeiras. Temos que buscar a vitória, mas nunca de salto alto”, pontuou o treinador após o treino de sábado (1).

Santana também destacou que apesar de a boa colocação na tabela da Série A, o tropeço diante do Grêmio em Porto Alegre é uma mostra de a equipe não pode perder o foco, principalmente na etapa inicial das partidas, quando o Galo parece demorar a engrenar.

“Ainda falta um pouco de atenção para iniciar melhor a partida. Hoje a gente chega no intervalo e fala mais forte para modificar e elevar concentração e volume de jogo. Não podemos entrar com concentração baixa, e isso me preocupa bastante.

A possível escalação do Atlético para a partida contra o CSA será: Victor; Patric, Réver, Igor Rabello e Fábio Santos; Zé Welison, Elias, Luan e Chará; Geuvânio (Cazares) e Alerrandro (Ricardo Oliveira).