O Vasco chegou ao sexto jogo consecutivo sem vencer ao cair diante do Bahia por 1 a 0 no último sábado, na Fonte Nova. O resultado colocou a liderança da Série B em risco pela primeira vez em muito tempo e acendeu de vez o sinal de alerta no clube. O técnico Jorginho tenta manter a calma e pediu aos jogadores: "Não podemos nos abater".

"Temos trabalhado bem, treinado a equipe na medida do possível, o que o tempo permite. Acho que fizemos um bom jogo e pecamos no detalhe da bola parada. Temos que estar sempre ligados. O Bahia não criou nada no segundo tempo, a não ser em contra-ataque. Temos que ter perseverança, não desistir. Se estamos ainda em primeiro, é porque criamos a gordura, trabalhamos para isso. Não podemos nos abater, pois precisamos dar a volta por cima", declarou.

Na Série B, o jejum já dura cinco partidas. Com isso, o Vasco parou nos 41 pontos e vê Brasil de Pelotas, Atlético-GO e CRB se aproximarem perigosamente. Jorginho reconheceu a má fase, mas garantiu que não está faltando intensidade a seus jogadores.

"Não acho que faltou intensidade. Contra o Vila Nova, não poderíamos entrar daquele jeito, mas contra o Bahia e contra o Tupi, não vejo desse jeito. O Bahia começou o jogo em cima, é natural, com estádio cheio. Até jogadores que sabíamos que não tinham característica de marcação estavam marcando. Contra o Vasco a motivação é maior", disse.