Entre agosto de 1998 e dezembro de 1999 o Atlético contou com a garra argentina em sua zaga. A campanha do vice-campeonato Brasileiro teve a contrubuição de Carlos Galván. "El Negro" formou a zaga com Claudio Caçapa e trouxe toda a raça desenvolvida no Racing Club, equipe que o revelou em 1992. Pelo Twitter, o hoje auxiliar-técnico de futebol, relembrou a passagem pelos dois clubes que se enfrentarão nas oitavas da Copa Libertadores.

 

Atualmente, Galván deixou o comando do Willy Serrato, clube da Segunda Divisão do Peru, para assumir o cargo de auxiliar do Comerciantes Unidos, também da mesma divisão peruana.