A McLaren confirmou nesta quinta-feira (1º) que o britânico Jenson Button, 35, vai continuar na equipe em 2016.

"Jenson e eu vínhamos conversando sobre os planos dele de modo privado nas últimas semanas. O anúncio de hoje é um grande prazer para ambas as partes e motivará a todos na McLaren-Honda", disse Ron Dennis, chefe da equipe.

Com isso, Button, que tem contrato com o McLaren até o fim de 2016, coloca um fim nos rumores de aposentadoria, cogitado por ele mesmo. "Eu andei pensando muito nos últimos meses e não é segredo que eu estava em dúvida sobre o meu futuro. Mas sou piloto da McLaren há seis anos e, nesse período, eu conheci Ron [Dennis] muito bem. Nós tivemos boas conversas nas últimas semanas e durante esses papos ficou claro para mim que Ron é, ao mesmo tempo, determinado e unicamente preparado para liderar nossa equipe das dificuldades ao grande sucesso no futuro", disse Button.

"Isso me dá confiança e, por essa razão, nós decidimos continuar nossa parceria. Assim que tomei a decisão, eu percebi que isso era o correto", afirmou. No próximo ano, Button poderá chegar à marca de 300 GPs na F-1 -atualmente, tem 279. Somente Rubens Barrichello (322) e Michael Schumacher (306) conseguiram este feito.