O Brasil voltou a derrotar a Alemanha no SuperDesafio Internacional de Judô. Após a "goleada" de 5 a 0 no último sábado, no Rio de Janeiro, o time brasileiro venceu os europeus pelo placar geral de 4 a 2 ontem, na Arena Minas Tênis Clube, em Belo Horizonte.

O SuperDesafio começou com o duelo de Tamires Crude (57 kg), que abriu a contagem em favor do Brasil ao derrotar a alemã Jacqueline Lisson com um wazzari. Na sequência, Eric Takabatake (60 kg) foi derrotado por ippon pelo judoca Philip Graf. Depois, Bárbara Timo não deu chances para Jenny Werner e venceu com um wazari e um yuko.

O quarto combate foi entre o minastenista Hugo Pessanha (-100 kg) e o campeão alemão Júnior, Daniel Herbst, com um ippon. “Foi apenas a primeira luta após a minha cirurgia no joelho, mas já serviu para me mostrar que estou bem e que posso voltar a defender o Brasil. Estou treinando forte para o Grand Slam de Paris, tenho certeza que farei uma boa competição e vou representar muito bem o nosso país”, destacou o brasileiro.

Outra atleta da casa, Isadora Pereira não conseguiu vencer a alemã Barbara Bandel. A minastenista sofreu um yuko, aos 18 segundos de luta. “Faltou um pouco de maturidade. Fui para cima, mas acabei errando no golpe e sofri o contra-ataque. Isso vai ficar de aprendizado para as próximas competições”, analisou a minastenista.

Por fim, o peso-pesado David Moura enfrentou Pierri Borkowski e aplicou um wazari sobre o alemão com apenas 57 segundos de luta. O alemão mal teve tempo para respirar e sofreu um ippon, 30 segundos mais depois.

*Com informações do Minas Tênis Clube