A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) apelou ao Tribunal Arbitral do Esporte (TAS) da decisão da Fifa de que Neymar deve cumprir dois jogos de suspensão nas duas primeiras partidas das eliminatórias sul-americanas para a Copa do Mundo de 2018.

Expulso após o apito final na derrota do Brasil para a Colômbia (1-0) na fase de grupos da Copa América, o capitão da seleção brasileira recebeu uma suspensão de quatro partidas, duas delas cumpridas ainda no torneio continental.

A CBF considera que o jogador deve cumprir as duas partidas restantes da suspensão na próxima Copa América. A Fifa, no entanto, afirma que Neymar tem que cumprir a suspensão nos próximos jogos oficiais do Brasil, as partidas pelas eliminatórias de 8 de outubro contra o Chile e do dia 13 contra a Venezuela.

As partes concordaram com um procedimento rápido e a decisão será anunciada no início de outubro, segundo o TAS.